Em mercados / politica

"Quem é que vai por ordem na casa?", diz FHC ao sair em defesa do Judiciário; assista ao vídeo

Em vídeo publicado em sua página no Facebook,  tucano ainda afirmou que a Justiça é um marco em qualquer democracia

SÃO PAULO - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicou um vídeo em sua página no Facebook em que defendeu a atuação do Judiciário. "Ou nós aceitamos que há regras e que há o Judiciário ou então quem é que vai por ordem na casa?", questionou ele, sem citar decisão específica. 

O tucano ainda afirmou que a Justiça é um marco em qualquer democracia. "[Ela] Tem regras, prazos, princípios e tem divergências e interpretações. Nem sempre o resultado de uma decisão de um Judiciário me agrada ou agrada a quem estava me ouvindo".

"Quando o juiz é consciencioso, ele, ao interpretar o texto da lei vai tomar como consideração os sentimentos que estão em predominância na sociedade, mas não pode nem ir contra fatos, nem contra o texto da lei."

Segundo o tucano, não se pode pensar que "a Justiça vai funcionar como cada um de nós quer." Ele afirma ainda que as decisões da Justiça às vezes "nos colocam em certa perplexidade". "(Se pensa) 'Ah, a Justiça errou'. Pode ser que tenha errado, mas nós temos que obedecer. O norte é a Constituição", pontuou.  

As declarações do tucano ocorrem dias após as decisões do STF (Supremo Tribunal Federal) de soltar o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures e permitir com que o senador Aécio Neves volte a exercer o mandato após um mês e meio afastado. Já ontem à tarde o ex-ministro de Michel Temer Geddel Vieira Lima foi preso no âmbito da Operação Cui Bono. 

 

 

Contato