Em mercados / politica

Mulher de Lula, ex-primeira-dama Marisa Letícia morre em São Paulo

Mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela estava internada no Hospital Sírio-Libanês desde o último dia 24, quando sofreu um AVC

Marisa Letícia
(Presidência da República Roberto Stuckert)

SÃO PAULO - A ex-primeira-dama entre 2003 a 2010, Marisa Letícia Lula da Silva morreu nesta sexta-feira (3), às 18h57, em São Paulo, aos 66 anos. Mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela estava internada no Hospital Sírio-Libanês desde o último dia 24, quando sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

De acordo com boletim do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, ela estava sem fluxo cerebral. Diante da situação "irreversível", como definiu o médico da família, o cardiologista Roberto Kalil Filho, os aparelhos também foram desligados na quinta-feira.

Seguindo o protocolo oficial para constatar a morte cerebral, os médicos submeteram dona Marisa a dois testes: o primeiro ocorreu às 12h05 e o segundo, às 18h05. O protocolo determina que o último exame seja conduzido por outro médico para comprovar a perda definitiva e irreversível das funções cerebrais.

Após a confirmação do óbito, Lula postou em suas redes sociais informações sobre o velório, que irá ocorrer no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde o ex-presidente e Marisa Letícia se conheceram, das 9h às 15h. Em seguida haverá no Cemitério Jardim da Colina uma cerimônia de cremação reservada à família.

 

Contato