Em mercados / politica

Presidente interino do Senado avisa Renan e líderes que irá suspender votação da PEC do teto

De acordo com um dos líderes ouvidos pelo jornal O Globo, Jorge Viana estaria muito angustiado, não gostaria de prejudicar o Brasil, mas avisou que não havia como votar essa pauta

Jorge Viana
(Jefferson Rudy/ Agência Senado)

SÃO PAULO - Apesar das sinalizações de que adotaria posição mais cautelosa na presidência interina do Senado Federal, Jorge Viana (PT-AC) teria avisado líderes e o presidente afastado da casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), na noite da última segunda-feira, que iria suspender toda a pauta de votações dos projetos de interesse do governo. As informações são do jornal O Globo, em referência a reunião realizada na casa do peemedebista, alvo de decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello.

A decisão ocorre em meio às pressões da bancada petista para que o futuro presidente interino do Senado retire da pauta da casa a votação da PEC 55 -- conhecida como "PEC do teto", que estabelece um limite para o crescimento das despesas públicas --, considerada um dos pilares da agenda econômica do governo de Michel Temer.

De acordo com um dos líderes ouvidos pela reportagem, Viana estaria muito angustiado, não gostaria de prejudicar o Brasil, mas avisou que não havia como votar essa pauta. O governo esperava finalizar a aprovação do texto na próxima terça-feira, e teme que o calendário seja alterado com a mudança no comando da casa legislativa.

 

Contato