PetroRecôncavo (RECV3) registra alta de 14,6% no lucro no 4º trimestre

Empresa diz que desempenho se deve, principalmente, à capacidade técnica e operacional de acelerar desenvolvimento de campos operados

Equipe InfoMoney

Publicidade

A PetroRecôncavo (RECV3) registrou lucro líquido de R$ 72,2 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa um crescimento de 14,6% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) cresceu 4,6%, totalizando R$ 137,2 milhões.

Já a margem Ebitda atingiu 48,09% no período, baixa de 15,4 p.p. frente a margem registrada em 4T20.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo a PetroRecôncavo, o desempenho se deve, principalmente, à capacidade técnica e operacional da companhia para executar uma aceleração segura e eficaz no desenvolvimento dos campos operados pela empresa.

O lucro operacional atingiu R$ 94,1 milhões no 4T21, crescimento de 100,9% em relação ao mesmo período de 2020.

A receita líquida somou R$ 285,3 milhões entre outubro e dezembro do ano passado, alta de 38,1% na comparação com igual etapa de 2020.

Continua depois da publicidade

Mais dados do balanço da PetroRecôncavo (RECV3)

O resultado financeiro líquido no quarto trimestre de 2021 foi positivo em R$ 1,3 milhão, comparado com um resultado positivo de R$ 46,7 milhões no mesmo período de 2020.

O resultado foi impactado, principalmente, pela variação cambial no período. A companhia possui aplicações financeiras e financiamentos, além de passivos a pagar oriundos de aquisições de ativos, atrelados à taxa de câmbio do dólar.

O custo médio de produção por boe foi de R$ 75,34 no último trimestre do ano passado, elevação de 48,2% na comparação com igual etapa de 2020.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 1,131 bilhão no final de dezembro de 2021, crescimento de 55,4% em relação ao mesmo período de 2020.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 2,12 vezes em dezembro/21, elevação de 0,59 vez em relação ao mesmo período de 2020.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.