Petróleo fecha em alta, com riscos à oferta por tensões crescentes no Oriente Médio

Últimos dias foram marcados por explosões no Irã e na Líbia, além de novos ataques do grupo Houthis a navios no Mar Vermelho e uma elevação no tom do Hezbollah

Estadão Conteúdo

Publicidade

O petróleo fechou a semana em alta, valorizado nesta sexta-feira, 5, em meio às crescentes tensões geopolíticas no Oriente Médio, que impõem riscos à oferta.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para fevereiro de 2024 subiu 2,24% (US$ 1,62), a US$ 73,81 o barril , enquanto o Brent para março, negociado na Intercontinental Exchange (ICE), avançou 1,50% (US$ 1,17), a US$ 78,76 o barril.

“As tensões no Médio Oriente continuaram aumentando, e o risco de um conflito mais amplo que poderia envolver os principais produtores de petróleo bruto não desapareceu”, comentou a Capital Economics em relatório.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os últimos dias foram marcados por explosões no Irã e na Líbia, além de novos ataques do grupo Houthis a navios no Mar Vermelho e uma elevação no tom do Hezbollah.

Além desses eventos recentes, o TD Securities cita ainda outros fatores geopolíticos que representam riscos à oferta de energia: a intenção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de apoiar os preços durante os próximos meses de fraqueza sazonal; o fechamento por manifestantes do maior campo petrolífero da Líbia; e as tensões entre Venezuela e Guiana.

Pelo lado da demanda, uma interpretação amena do relatório de emprego (payroll) dos EUA nesta sexta favoreceu expectativas de cortes de juros em breve no país – o que tenderia a ser positivo para o consumo global de petróleo. Na quinta, os investidores viram a alta nos estoques americanos de petróleo, mas uma redução nos de gasolina.