Petróleo fecha com leve queda em dia de dólar forte com dados de emprego nos EUA

O barril do tipo Brent, na semana, acumula queda de 1,84%

Estadão Conteúdo

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Publicidade

Os contratos futuros de petróleo fecharam a sexta-feira, 7, próximos da estabilidade, mas em queda, com impulso limitado após ganhos recentes. Além disso, o dólar forte continha a commodity, com a moeda dos Estados Unidos impulsionada depois do relatório mensal de empregos (payroll) de maio do país, que trouxe pela manhã números acima do esperado na geração de empregos e nos ganhos salariais. Além disso, dados da balança comercial da China estiveram sob análise.

O WTI para julho fechou em baixa de 0,03% (US$ 0,02), a US$ 75,53 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para agosto recuou 0,31% (US$ 0,25), a US$ 79,62 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE). Na comparação semanal, o WTI caiu 1,90% e o Brent teve queda de 1,84%.

O petróleo oscilou perto da estabilidade desde a madrugada, depois de ganhos fortes nas duas sessões anteriores. Na agenda da Ásia, as exportações da China tiveram alta de 7,6% em maio, na comparação anual, acima da alta de 5,3% prevista pelos analistas ouvidos pela FactSet. As importações cresceram 1,8%, quando se esperava alta de 4,7%.

Continua depois da publicidade

O ANZ destacou o fato, na balança comercial chinesa, de que as importações de petróleo do país recuaram 9%, na comparação anual. Os volumes comprados, porém, foram maiores que no mês anterior, comparava o banco.

Nos EUA, o payroll forte é sinal de economia ainda robusta, porém o quadro pode retardar o relaxamento monetário no país, o que tende a pesar na atividade. Na agenda local, a Baker Hughes informou que os poços e plataformas de petróleo em operação nos EUA recuaram 4 na semana, a 492.

A Capital Economics afirma que, nesta semana, a decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) no domingo surpreendeu investidores, pressionando o petróleo.

Continua depois da publicidade

A consultoria diz que investidores esperavam agora que o grupo apenas reafirmasse o acordo então vigente no restante deste ano, mas ocorreu o aval para elevação na oferta para depois de setembro. Houve, contudo, recuperação parcial dos contratos e a Capital diz que, no curto prazo, os preços do óleo podem subir mais, diante do que ela considera ser um “déficit considerável” na oferta no verão do Hemisfério Norte.

Seja um dos primeiros a garantir ingressos para a NFL no Brasil com a XP. Pré-venda exclusiva com Cartão XP, aprovado em 24h!