Futebol

Petrobras rescinde contrato de patrocínio da Copa do Brasil, diz site

De acordo com Rodrigo Mattos, o motivo foi a falta de credibilidade do futebol brasileiro

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Petrobras não é mais patrocinadora do segundo principal torneio de clubes do futebol brasileiro – a Copa do Brasil. A informação foi publicada pelo blogueiro Rodrigo Mattos, do UOL

De acordo com ele, o motivo foi a falta de credibilidade do futebol. Contudo, ele mesmo ressalta que o discurso oficial da estatal é que a empresa está reduzindo investimentos em patrocínios e focará em outros esportes. 

O futebol é fortemente patrocinado pelo governo – com a Caixa patrocinando grandes clubes, como Corinthians e Flamengo. A Petrobras tinha um contratado de três anos com a Klefer Produções e Promoções, parceira da CBF e investigada pelo FBI, para o patrocínio da Copa do Brasil, pagando cerca de R$ 6,3 milhões por ano. 

PUBLICIDADE

A companhia patrocinava a competição desde 2011, quando fechou o acordo junto com a Traffic. A Petrobras tinha o direito de romper com a Copa do Brasil caso a Klefer ou um dos sócios viesse a cometer “qualquer ato que cause dano à Petrobras e/ou à BR, inclusive no que diz respeito à imagem institucional.

Com isso, a empresa pode deixar de ser obrigada a pagar rescisão de contrato. A companhia saliente que deverá continuar a realizar patrocínios esportivos, nas modalidades olimpícas e em automobilismo.