Radar InfoMoney

Petrobras conclui venda de campos para PetroRecôncavo; proventos de Americanas, Movida e de mais empresas em destaque

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quinta-feira (23)

Por  Equipe InfoMoney

O noticiário corporativo desta quinta-feira (23) tem como destaque a Petrobras (PETR4;PETR3) concluiu a venda de campos terrestres para a PetroRecôncavo. Além disso, a estatal apresentou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a revisão do Plano de Desenvolvimento Integrado da Jazida Compartilhada de Tupi e da Área de Iracema.

A Gerdau (GGBR4) informou que a empresa, a Metalúrgica Gerdau (GOAU4) e Seiva receberam pagamento de R$ 1,062 bilhão de perdas com empréstimo da Eletrobras (ELET3; ELET6).

Já a Americanas (AMER3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP), no valor bruto total de R$ 550,6 milhões e aumento de capital.

Além dela, Movida (MOVI3), Unidas (LCAM3), Totvs (TOTS3), entre outros, aprovaram distribuição de proventos. 

Confira os destaques:

Petrobras (PETR4; PETR3

A Petrobras informou que finalizou a venda da totalidade de sua participação em 12 campos terrestres de exploração e produção, denominados Polo Remanso, localizadas no estado da Bahia, para a Petro Recôncavo S.A. (PetroRecôncavo).

Após o cumprimento das condições precedentes, a operação foi concluída com o pagamento de US$ 7,3 milhões para a Petrobras, já com os ajustes previstos no contrato. O valor recebido no fechamento se soma ao montante de US$ 4 milhões pagos à Petrobras na assinatura do contrato de venda.

A companhia ainda receberá US$ 5milhões um ano após o fechamento da operação, valor a ser corrigido com base nas condições previstas em contrato.

A Petrobras afirma que segue concentrando cada vez mais os seus recursos em ativos em águas profundas e ultraprofundas, onde tem demonstrado diferencial competitivo ao longo dos anos, produzindo óleo de melhor qualidade e com menores emissões de gases de efeito estufa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Petrobras também apresentou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a revisão do Plano de Desenvolvimento (PD) Integrado da Jazida Compartilhada de Tupi e da Área de Iracema.

Nesta revisão, o Consórcio de Tupi propõe novos investimentos para o aumento da produção e consequente maximização da geração de valor deste campo no longo prazo.

Além disso, a Petrobras (PETR4; PETR3) informou que seu Conselho de Administração aprovou a  destinação de R$ 270 milhões que serão utilizados ao longo de 2022 no programa social de acesso a botijões de gás de cozinha (gás liquefeito de petróleo –GLP) a famílias em situação de vulnerabilidade.

O valor é complementar aos R$ 30 milhões destinados em 2021, totalizando R$ 300 milhões até o fim de 2022.

A Petrobras prevê atuar em três linhas de ação, que poderão beneficiar até três milhões de pessoas.

Gerdau (GGBR4), Metalúrgica Gerdau (GOAU4) e Eletrobras (ELET3;ELET6)

A Gerdau (GGBR4) informou que a empresa, a Metalúrgica Gerdau (GOAU4) e Seiva receberam pagamento de R$ 1,062 bilhão de perdas com empréstimo da Eletrobras (ELET3; ELET6).

O processo judicial tramita na 14ª Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro.

As companhias foram autorizadas, em 18/10/2021, a levantar o valor de R$ 422 milhões, tido por “incontroverso” pela própria Eletrobras, o que ocorreu em 29/10/2021;

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 28/10/2021, as companhias apresentaram seguro garantia no montante de R$ 1.049 milhões, tendo sido acolhido pelo Poder Judiciário e deferido o levantamento do depósito judicial de valor equivalente em 30/11/2021.

Americanas (AMER3

A Americanas (AMER3) aprovou a distribuição de juros a título de remuneração sobre o capital próprio (JCP), na proporção de suas participações no capital social, no valor bruto total de R$ 550,6 milhões, que representa um valor bruto de R$ 0,61303854 por cada ação ordinária.

A empresa também aprovou aumento do capital social de no máximo R$ 468 milhões.

Guararapes (GUAR3

A Guararapes Confecções (GUAR3) comunicou que a B3 deferiu o pedido de migração da companhia para o Novo Mercado.

O início dos negócios com os valores mobiliários de emissão da companhia no Novo Mercado está condicionado à aprovação, em Assembleia Geral.

Totvs (TOTS3

A Totvs (TOTS3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP), no montante total de R$ 79 milhões, correspondente a R$ 0,13 por ação da companhia.

Terão direito aos dividendos quem detiver ações até 28 de dezembro.

Os JCP serão pagos aos acionistas no dia 20 de maio de 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Movida (MOVI3)

A Movida (MOVI3) aprovou a distribuição de JCP no valor de R$ 0125375129 por ação, equivalentes a R$ 45,3 milhões. O pagamento será efetuado até 31 de janeiro de 2022.

Farão jus aos juros sobre o capital próprio os detentores de ações de emissão da Companhia, conforme posição acionária de 29 de dezembro de 2021.

Adicionalmente, o Conselho informou que a Administração pretende propor na Assembleia Geral Ordinária (“GO) a se realizar em abril de 2022, a distribuição de dividendos no valor de R$ 307 milhões.

Unidas (LCAM3

A Unidas (LCAM3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio, no valor de R$ 0,1195080803.

O pagamento dos proventos acontecerá no próximo dia 7 de janeiro, com base na posição acionária no dia 28 de dezembro de 2022.

Tupy (TUPY3

A Tupy (TUPY3) comunicou pagamento de JCP no valor total de R$ 22,1 milhões, equivalentes a R$ 0,15373790031 por ação ordinária.

As ações da companhia serão negociadas ex-juros sobre capital a partir do dia 31 de dezembro de 2020 e os acionistas terão os seus créditos disponíveis em suas contas até o dia 27 de janeiro de 2022.

Viveo (VVEO3

A Viveo (VVEO3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio, no valor total de R$ 71,1 milhões, correspondente a R$0,248605 por ação.

Calcule sua renda com dividendos
Baixe uma planilha gratuita que mostra o retorno com dividendos de uma carteira de ações:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

As ações ex-juros de capital próprio da Viveo, serão negociadas a partir do dia 29 de dezembro de 2021 e os titulares de ações da VVEO3 terão acesso ao JCP no dia 23 de fevereiro de 2022.

Multiplan (MULT3

A Multiplan (MULT3) informou a distribuição de juros sobre capital no valor total de R$ 295 milhões, o que corresponde a R$ 0,49890007416 por ação.

As ações da companhia serão negociadas ex-juros a partir do dia 29 de dezembro, e o pagamento dos juros sobre capital próprio será repassado aos acionistas até o dia 30 de dezembro de 2022.

Vivara (VIVA3

A Vivara Participações (VIVA3) comunicou a conclusão do seu plano de expansão, e de acordo com a companhia, o ano de 2021 foi bastante positivo com a inauguração de 61 lojas e destes empreendimentos 41 representam a marca Vivara e 20 a Life.

A empresa conseguiu atingir os números de: 288 operações,  o que reflete em: 229 lojas Vivara, 33 Life e 26 quiosques.

CCR (CCRO3)

A CCR (CCRO3) informou que a Via Oeste assumirá novos investimentos na SP-270, no montante de R$ 34,479 milhões.

Sinqia (SQIA3

A Sinqia (SQIA3) adquiriu Newcon, que é uma das principais fornecedoras de tecnologia para o mercado financeiro brasileiro. O valor total da operação é de R$ 422,5 milhões.

MRV (MRVE3)  

A MRV (MRVE3) concluiu venda de empreendimento na Flórida, nos Estados Unidos, com valor geral de vendas (VGV) de US$ 95 milhões e recebimento líquido de US$ 47,4 milhões.

Eneva (ENEV3

A Eneva (ENEV3) informou ter celebrado dois contratos de financiamento junto ao Banco do Brasil.

O primeiro é um contrato de abertura de crédito fixo entre a Azulão Geração de Energia, controlada da companhia, e o Banco do Brasil com utilização de recursos do Fundo de Desenvolvimento da Amazônia-FDA, firmado em 15 de dezembro de 2021, no valor de R$ 286.128.995,00. 

O contrato tem como objetivo o desenvolvimento e a construção do projeto integrado Azulão-Jaguatirica.

O segundo é um contrato de abertura de crédito fixo entre a Parnaíba II Geração de Energia S.A., controlada da companhia, e o Banco do Brasil S.A., com utilização de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste-FDNE, firmado em 22 de dezembro de 2021, no valor de R$ 274.179.982,11 ao custo de IPCA + 3,383% a.a., prazo de vigência de 234 meses, incluídos 12 meses de carência, vencendo em 01 de julho 2041. 

O Contrato de Financiamento de Parnaíba II tem como objetivo o desenvolvimento e a construção do projeto UTE Parnaíba VI.

Oncoclínicas (ONCO3

A Oncoclínicas (ONCO) celebrou acordo de compra e venda, com concomitante subscrição e integralização de novas ações, para que a companhia passe a deter 60% do capital social da Itaigara Memorial, com opções para o atingimento de 100% de participação ao longo dos próximos 4 anos.

O pagamento pela operação será feito em dinheiro, com recursos próprios da companhia, no valor de R$ 101,1 milhões. O valor da firma (enterprise value) estipulado é de aproximadamente R$ 180 milhões e o Ebitda ajustado da operação, estimado para os doze meses após sua consumação, será de aproximadamente R$ 20 milhões.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

Compartilhe