“País precisa crescer para resolver a crise fiscal”, afirma Mercadante

Falas foram feitas em evento da Esfera Brasil, no Guarujá, em São Paulo

Estadão Conteúdo

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Publicidade

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, defendeu neste sábado (8) que o corte de gastos públicos, cobrado pelo mercado, seja criterioso para não comprometer o crescimento do país.

“Esta questão do corte de gastos precisa ser feita de forma seletiva, qualificada, é um processo. Já vimos que o teto de gastos regra substituída pelo arcabouço fiscal naufragou na saída”, declarou Mercadante durante participação em fórum da Esfera no Guarujá, no litoral paulista.

Seja um dos primeiros a garantir ingressos para a NFL no Brasil com a XP. Pré-venda exclusiva com Cartão XP, aprovado em 24h!

Continua depois da publicidade

“O pais precisa crescer para resolver a crise fiscal, precisa de investimento para poder ter receita e melhorar a relação divida/PIB”, acrescentou o presidente do BNDES.

O presidente do banco, que tem uma visão mais desenvolvimentista, com alguma frequência defende que o governo precisa investir mais.

As falas foram feitas em um evento da Esfera Brasil, no Guarujá (SP).