Ouro fecha em queda, com pressão de juros longos dos Treasuries e no aguardo do CPI

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro de 2024 fechou em baixa de 0,26%

Estadão Conteúdo

Publicidade

O contrato futuro mais líquido do ouro fechou em queda na sessão desta quarta-feira, 10, pressionado pelos rendimentos dos Treasuries na ponta longa e no aguardo da divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, agendado para a quinta-feira, e que deverá dar direcionamentos sobre a trajetória de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro de 2024 fechou em baixa de 0,26%, a US$ 2.027,80 por onça-troy.

Na visão de Craig Erlam, da Oanda, o ouro continua em movimento de correção após fortes ganhos no fim do ano passado, enquanto os mercados diminuem as apostas “otimistas” para os cortes de juros do BC norte-americano e aguardam a divulgação do CPI.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já para o TD Securities, a ação pouco inspiradora de preços de diversos mercados manteve traders de ouro à margem nas últimas semanas apesar de sinais de uma demanda notável por parte da China.

Ainda, o banco canadense destaca que os traders discricionários parecem estar “drasticamente mal posicionados” em relação aos ciclos de corte de juros dos EUA anteriores.

Tópicos relacionados