Odontoprev (ODPV3) reverterá provisão de R$ 45,9 milhões relacionada a processo sobre TSS

De acordo com a Odontoprev, o valor de R$ 45,9 milhões, "integralmente provisionado, será revertido nas demonstrações financeiras de 2023, a serem divulgadas em 28 de fevereiro de 2024"

Equipe InfoMoney

Publicidade

A Odontoprev (ODPV3) comunicou na noite de quinta-feira que tomou conhecimento do depósito judicial realizado pela União relativo a crédito retroativo relacionado a não exigibilidade da Taxa de Saúde Suplementar (TSS) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e que reverterá o valor provisionado de R$ 45,9 milhões relativo ao processo.

A companhia afirmou que ingressou em 2017 com ação judicial visando afastar a obrigatoriedade de recolhimento da TSS e devolução de valores pagos nos últimos cinco anos anteriores à entrada do processo. Em 2022, a empresa tomou conhecimento do trânsito em julgado da decisão e adotou as medidas para recuperação do referido crédito retroativo.

De acordo com a Odontoprev, o valor de R$ 45,9 milhões, “integralmente provisionado, será revertido nas demonstrações financeiras de 2023, a serem divulgadas em 28 de fevereiro de 2024”.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na avaliação do JPMorgan, a notícia é uma ligeiramente positiva para o case, destacando um aumento de 6% no lucro por ação esperado para 2023, que provavelmente se traduzirá em dividendos mais elevados no curto prazo, com rendimento de dividendos adicional sendo potencialmente de 0,5%. O banco, contudo, segue com recomendação underweight (desempenho abaixo da média do mercado, equivalente à venda) para os ativos ODPV3.

(com Reuters)