Novo pregão de destaque a resultados começa positivo nos EUA e Europa

Entre números aguardados, estão os do Morgan Stanley e Wells Fargo; na Europa, destaque à minuta do BoE e às ações da BASF

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A temporada de divulgação de resultados corporativos trimestrais segue à toda no plano externo, e deve, mais uma vez, ocupar o posto de principal referência aos negócios nesta quarta-feira (20). Por ora, o clima mostra-se relativamente ameno, com os índices futuros norte-americanos e as bolsas europeias em leve alta.

Neste pregão, companhias de peso apresentam suas performances contábeis relativas ao terceiro trimestre deste ano, como o Morgan Stanley, Wells Fargo e EBay, cujos ativos negociados na bolsa alemã engatam leve valorização, indicando uma possível trajetória positiva em Wall Street, assim que o pregão for aberto.

Enquanto os números não saem, outros são avaliados. Na noite passada, o Yahoo! anunciou ao mercado um lucro líquido de US$ 396,1 milhões entre julho e setembro deste ano, quase o dobro do esperado por analistas. Em contrapartida, suas vendas mostraram-se menores do que as expectativas. Os papéis da empresa sobem 1,5% em Frankfurt, mas caíram quase 3% no after-market norte-americano do pregão passado.

Outros destaques em Wall Street ficam por conta da Stryker, cujos papéis sobem mais de 5% depois que a fabricante de equipamentos hospitalares revelou boas projeções de lucro de US$ 3,30 por ação em 2010. Os índices futuros do S&P 500, Nasdaq e Dow Jones sobem 0,34%, 0,51% e 0,33%, respectivamente.

Agenda e política monetária
No campo econômico, a quarta-feira é um dia mais tranquilo. O evento de maior destaque na pauta norte-americana é a divulgação do Livro Bege do Federal Reserve, agendada para as 16h00 de Brasília. O relatório consiste em uma compilação de dados sobre a atualidade macroeconômica dos EUA, sendo bastante usado pela autoridade monetária.

Por falar em política monetária, o BoE (Bank of England) divulgou nesta manhã a minuta referente à sua última reunião, quando nova manutenção do juro básico britânico foi deliberada pela autoridade, em decisão não unânime: foram sete votos a favor e dois contra. Cabe destacar também que houve um voto a favor da extensão do programa de aquisição de títulos do BoE.

Papéis em destaque na Europa
Na Europa, os principais índices de ações operam no campo positivo, embora as altas sejam um pouco mais modestas que as apresentadas pelo pré-market em Wall Street. O FTSE 100, principal benchmark da bolsa de Londres, mostra valorização de 0,16%, ao passo que o CAC 40 de Paris e o DAX 30 da praça de Frankfurt sobem 0,18% e 0,10%, respectivamente.

Por lá, os papéis da BASF despontam entre as maiores valorizações. A companhia, a maior do setor químico no mundo, registrou lucro líquido e vendas acima do esperado pelo mercado no terceiro trimestre deste ano e elevou suas projeções de ganhos para o acumulado de 2010.

Outro destaque vai para as ações da farmacêutica sueca Novo Nordisk, que disparam 6,9%. Autoridades norte-americanas barraram na noite passada o lançamento de um novo medicamento pela Amylin Pharmaceuticals, Eli Lilly e Alkermes, que faria concorrência com o similar da Nordisk.

PUBLICIDADE

Em contrapartida, o pregão é de queda para alguns papéis. É o caso da Home Retail Group, que anunciou vendas abaixo das projeções do mercado no primeiro semestre deste ano. Por sua vez, a francesa Faurecia assiste suas ações caírem 6%, depois que a One Equity Partners vendeu sua fatia de 13% na empresa.