Mudança de controle

Novo CEO da LLX: “vamos mudar não apenas o RJ, mas todo o Brasil”

Em teleconferência realizada nesta tarde, Marcus Berto disse que não vê a hora de colocar mudanças em prática na empresa de logística de Eike Batista

SÃO PAULO – Marcus Berto, novo Diretor Presidente e de Relações com Investidores, da LLX Logística (LLXL3) avisou: deve iniciar sua presidência com todo o gás. “Eu vi coisas nesse grupo que não dá para esperar para mudar”, disse, em teleconferência com investidores nesta segunda-feira (3). 

“E eu estou pronto para esse desafio, vamos mudar não apenas o Rio de Janeiro, mas todo o Brasil”, destacou o executivo, que assume o cargo nessa semana – após a saída de Otávio Lazcano, que depois de ficar três anos no cargo, deverá se dedicar à diretoria financeira do Grupo EBX. 

A companhia, que viu suas ações saltarem 27% em uma única sessão na semana passada – após fechar acordo com a General Electric -, deve focar a execução no ano de 2013. “O grande foco de 2013 é entregar o que prometemos, vamos entregar e finalizar contratos”, diz o presidente. 

A execução dos projetos é a grande preocupação quando se trata do grupo EBX: a popularidade de Eike Batista, atualmente o 2º homem mais rico do Brasil, anda em baixa no mercado financeiro, depois de diversos problemas – sobretudo na sua principal empresa, a OGX Petróleo (OGXP3).

Contudo, a empresa, que viu sua receita líquida crescer 2.377% no trimestre passado, possui grande potencial –  na opinião do Bank of America Merrill Lynch, que avaliou cada ação entre R$ 6,94 e R$ 7,63, antes do acordo com a GE. Com as ações por volta dos R$ 2,20, este pode ser um bom momento para adquirir ações das empresas de Eike Batista