Em mercados / noticias-by-prnewswire

Pesquisa científica revela que é possível emagrecer e ganhar qualidade de vida em curto prazo com a reeducação de hábitos

SÃO PAULO, 15 de janeiro de 2019 /PRNewswire/ -- Um estudo científico recentemente divulgado pela Revista Brasileira  de Obesidade, Nutrição e  Emagrecimento (http://www.rbone.com.br) avaliou a eficácia do 5S Estilo de Vida Saudável,  tratamento que  beneficiou mais de 17 mil pessoas em todo o Brasil. O estudo de coorte retrospectivo analítico não controlado foi realizado com base na revisão de prontuários com apoio de exames de bioimpedância antes e após o tratamento para comprovar as modificações positivas na composição corporal dos pacientes considerados obesos e com sobrepeso.

O tratamento foi realizado com 1017 pacientes, público-alvo composto em sua maioria pelo sexo feminino (87%) com idade média de 39 anos, entre 2015 e 2017. Os resultados da análise demonstraram que o tratamento 5S Estilo de Vida Saudável, mudou positivamente o perfil da composição corporal dos pacientes tratados com redução do peso corporal e do percentual de massa gorda, ganho na massa magra, redução do IMC (Índice de Massa Corpórea) e redução da circunferência abdominal.

Todos os pacientes foram submetidos a uma avaliação corporal por bioimpedância e de cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal) por coaches 5S, profissionais de saúde e nutricionistas licenciadas para definir a meta de perda de peso e do tempo de tratamento. Quanto à adesão, os pacientes receberam um guia alimentar com um cardápio diário de alimentos e bebidas. Além do monitoramento remoto da evolução diária do tratamento, os pacientes foram atendidos presencialmente, uma vez por semana, na clínica licenciada, para condução do protocolo estético e acompanhamento do seu desenvolvimento com o suporte de uma atividade física na esteira, bicicleta ou plataforma vibratória.

"Conseguimos comprovar que o com esse método as pessoas perderam peso na balança, diminuíram percentual de gordura corporal, circunferência abdominal e gordura visceral e aumentaram o percentual de massa magra e sem comprometer a saúde das pessoas", diz o cardiologista Túlio Sperb, um dos autores do estudo.

Resultados:

  • Peso médio pré: 86,127kg, Peso médio Pós: 72,248kg com uma perda média de 13,880kg no peso corporal (p < 0,0001), redução média de 7,55% no percentual de massa gorda, ganho de 3,10% de massa magra (p < 0,0001)
  • IMC (Índice de Massa Corporal) Pré: 31,88kg e IMC Pós: 26,76kg (redução média de 5,12 kg/m² no índice de massa corporal (IMC), (p < 0,0001), e redução média de 14,74cm na circunferência abdominal (p < 0,0001) dos pacientes tratados.

Conclusões:

Os achados demonstram que o método de emagrecimento 5S, em pacientes obesos ou com sobrepeso, foi capaz de reduzir o peso corporal, com redução no percentual de massa gorda e ganho na massa magra, redução do IMC e redução da circunferência abdominal, modificando positivamente o perfil da composição corporal dos pacientes tratados, e possivelmente, impactando diretamente na morbidade e mortalidade desses pacientes.

Tino Comunicação: 11 5049 1759

 

FONTE 5S Estilo de Vida Saudável

 

Tudo sobre: 

Contato