Em mercados

EUA reduzem tarifa especial sobre aço da Turquia de 50% a 25%

Há cerca de um ano, Washington impôs tarifas ao aço e alumínio comprados da Turquia e de vários outros países, invocando a lei de segurança nacional

barra de aço em brasa - Arcelor Mittal
(Fabian Bimmer/Reuters)

O governo dos Estados Unidos decidiu reduzir uma tarifa especial sobre importações de aço da Turquia para 25%, segundo comunicado da Casa Branca, depois de elevá-la para 50% no segundo semestre do ano passado.

Há cerca de um ano, Washington impôs tarifas ao aço e alumínio comprados da Turquia e de vários outros países, invocando a lei de segurança nacional.

Posteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, elevou a tarifa sobre o aço turco para 50%, em agosto, após entrar em desavença com o regime da Turquia por causa da detenção de um pastor evangélico americano naquele país.

Em outubro, a Turquia decidiu libertar o pastor, Andrew Brunson, e os governos dos dois países concordaram em ampliar o comércio bilateral.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, a Casa Branca anunciou que irá reduzir a tarifa sobre o aço turco para 25%, a partir da próxima terça-feira (21), igualando-a ao encargo imposto a outras economias, incluindo a União Europeia.

A Casa Branca atribuiu a decisão ao forte declínio das importações de aço turco pelos EUA e à melhora da utilização da capacidade da indústria americana para "aproximadamente o nível" desejado pelo Secretário do Comércio, Wilbur Ross.

"Esse nível, se mantido por um período apropriado, irá melhorar a viabilidade financeira da indústria siderúrgica doméstica no longo prazo", diz o comunicado.

 

Contato