Em mercados

"Me dá um dinheiro aí": Petrobras cobra de Moro valores do tríplex de Lula, diz jornal

Conforme o documento apresentado pelo juiz federal, ex-presidente teria recebido mais de R$ 2,2 milhões em propina

Petrobras - Bloomberg
(Bloomberg)

SÃO PAULO - Dias após a condenação de Lula no caso envolvendo um apartamento tríplex no Guarujá, a Petrobras (PETR3; PETR4) entrou com uma petição e solicitou ao juiz Sérgio Moro o ressarcimento dos prejuízos do suposto esquema de corrupção envolvendo o ex-presidente e a OAS, segundo informa o jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com a reportagem, a estatal solicita "os valores da suposta conta corrente geral de propinas" entre a empreiteira e o PT, que, segundo apontam as investigações, foi fomentada através de desvios de contratos da Petrobras. Conforme o documento apresentado por Moro, Lula teria recebido mais de R$ 2,2 milhões em propina entre o preço pago pelo tríplex e custos de reformas.

Ainda falando sobre a estatal, Sérgio Machado, um dos colaboradores das investigações da Operação Lava Jato, devolveu cerca de R$ 25 milhões para os cofres da Transpetro, subsidiária de transporte e logística da Petrobras, segundo informações do jornal O Globo. Machado foi presidente da Transpetro entre 2003 e 2014.

 

Contato