Em mercados

Levy aborta presença no G-20 para se reunir com Dilma e Barbosa

A movimentação ocorre no mesmo dia em que ganharam força as especulações sobre uma possível saída de Levy do Ministério devido ao descontentamento do ministro com o seu isolamento

Joaquim Levy
(Valter Campanato/ Agência Brasil)

SÃO PAULO - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, cancelou sua viagem para a Conferência do G-20 na Turquia, marcada para as 13h desta quinta-feira (3). A assessoria de imprensa da pasta confirmou a informação, mas disse que, até o momento, os compromissos do ministro na Espanha e França foram mantidos na semana que vem.

Originalmente, Levy iria para a Turquia hoje e ficaria afastado do Brasil até a próxima quarta-feira (9), junto com o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. No entanto, a viagem teria sido deixado abortada para uma reunião de última hora com a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. 

A movimentação ocorre em um momento em que ganharam força as especulações sobre uma possível saída de Levy da Fazenda, devido ao seu descontentamento com o seu isolamento e o desgaste em sua relação com outros integrantes do Executivo e parlamentares. Segundo notícia da Folha de S. Paulo divulgada pela manhã, Levy não teria falado expressamente em pedir demissão, mas teria deixado claro que, sem apoio do Planalto, sua permanência à frente da Fazenda corria risco. A conversa seria para pacificar as relações, segundo informações do Valor PRO, citando fontes palacianas.

 

Contato