Em mercados

Ações da Oi chegam a subir 7% com possível captação de até R$ 8 bilhões

Segundo a Folha de S. Paulo, grupo formado por 12 bancos, nacionais e estrangeiros, comprometeu-se a captar entre R$ 6 bilhões e R$ 8 bilhões em ações da companhia formada pela fusão entre a Oi e da Portugal Telecom

logo da Oi
(Nacho Doce/Reuters)

SÃO PAULO - As ações da Oi (OIBR3OIBR4) iniciam a sessão desta sexta-feira (7) em forte alta, repercutindo a notícia divulgada pela Folha de S. Paulo de que um grupo formado por 12 bancos, nacionais e estrangeiros, comprometeu-se a captar entre R$ 6 bilhões e R$ 8 bilhões em ações da companhia formada pela fusão da companhia telefônica e da Portugal Telecom.

Às 10h13 (horário de Brasília), os papéis ON registram ganhos de 5,54%, a R$ 4,57, enquanto os ativos PN, têm alta de 5,61%, a R$ 4,13. Na máxima do dia, os papéis OIBR4 chegaram a subir 7,65%. 

Segundo a Folha, essa participação equivale a no mínimo 15% da nova empresa, que terá apenas ações com direito a voto nas Bolsas de São Paulo, Nova York e Lisboa.

Entre os bancos que fazem parte do grupo estão o Credit Suisse, Banco Espírito Santo, Merrill Lynch, Barclays e BTG PActual, se comprometeram a levantar mais recursos, em torno de 12% do total cada um. Enquanto isso, Itaú Unibanco, Citibank, Santander, Votorantim, Banco do Brasil terão participação menor.

 

Contato