Em mercados

FMI eleva perspectiva de crescimento da economia global para 2012 e 2013

Fundo internacional espera expansão de 3,5% da economia global em 2012, contra 3,3% da previsão anterior

SÃO PAULO - O FMI (Fundo Monetário Internacional) aumentou nesta terça-feira (17) suas projeções econômicas mundiais para 2012 e 2013, citando que as condições financeiras têm melhorado ao redor do globo.

Segundo o Panorama Econômico Mundial, o FMI prevê uma expansão da economia mundial de 3,5% em 2012, maior do que os 3,3% previstos na versão anterior do relatório, publicada em janeiro. A estimativa de crescimento econômico para 2013 foi elevada de 4,0% para 4,1%.

"Os dados vieram mais fortes do que o esperado pelos mercados, e os temores de uma iminente crise bancária ou soberana diminuíram", diz o documento.

"As recentes melhorias na capacidade das principais economias da periferia do euro em rolar a dívida soberana, a redução dos rendimentos de títulos públicos e spreads interbancários em relação aos altos níveis vistos em dezembro, e a reabertura parcial do mercado de financiamento bancário ajudaram a reduzir os receios do mercado, mas as preocupações ainda persistem", completa o FMI.

Zona do Euro
Por conta deste cenário, a entidade espera retração menor na economia do bloco de moeda única este ano, de 0,3%. Em janeiro, a perspectiva era de contração de 0,5%. Para 2013, o fundo internacional prevê crescimento de 0,9%, acima da expansão de 0,8% projetada no relatório anterior.

No sentido contrário, a Espanha é um dos poucos países que sofreu uma revisão negativa nas projeções. Agora, o FMI espera uma contração de 1,8% neste ano, contra uma perspectiva anterior de queda de 1,6%. Para o próximo ano, contudo, os números foram revistos de uma contração de 0,3% para um crescimento de 0,1%.

Economias avançadas
A previsão de avanço para o conjunto das economias avançadas subiu de 1,2% para 1,4% neste ano, e de 1,9% para 2,0% em 2013. No mesmo sentido, o FMI revisou para cima a projeção de crescimento econômico para os Estados Unidos em 2012, de 1,8% para 2,1%. O organismo internacional também aumentou a expectativa do próximo calendário em 0,2 ponto percentual, para 2,4%.

Ásia
O Japão deve crescer 2% este ano, mais do que o projetado anteriormente (1,6%). Para o ano que vem, a perspectiva é de avanço de 1,7%, ante estimativa anterior de 1,6%. Segundo projeções da instituição, a China deve mostrar avanço de 8,2% em 2012 e 8,8% em 2013. Na comparação com o relatório anterior, as perspectivas mostram alta de 0,01 ponto percentual e estabilidade, nessa ordem.

 

Contato