Em mercados

Bernanke: Fed está pronto para tomar medidas de apoio à economia

Por outro lado, líder do Fed destacou que o Congresso e a Casa Branca também podem ajudar na recuperação do país

SÃO PAULO - O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke reiterou nesta terça-feira (4) que a instituição continua pronta para tomar medidas para apoiar o crescimento da maior economia do mundo, mas que o Congresso e a Casa Branca também podem agir para impulsionar a retomada.

"O Comitê continuará acompanhando de perto os desenvolvimentos econômicos e está preparado para tomar medidas adicionais, conforme apropriado para promover uma recuperação econômica mais forte no contexto de estabilidade de preços", afirmou Bernanke, num discurso no Congresso norte-americano.

Bernanke afirmou que fomentar o crescimento é uma "responsabilidade compartilhada entre todos os formuladores de políticas econômicas, em cooperação com o setor privado". Ele acrescentou que, embora a política fiscal seja de extrema importância, existem outras áreas nas quais o governo pode ajudar: "mercado de trabalho, setor imobiliário, comércio, tributação e regulamentação, por exemplo".

Corte de gastos
Dado ao fraco crescimento do emprego, que tem pressionado a confiança do consumidor, Bernanke pediu a parlamentares que não cortem rapidamente os gastos no curto prazo, mesmo que eles dificultem a redução do déficit orçamentário no longo prazo.

Ele comentou que o aperto de cinto do governo deve se mostrar como um peso significativo para a maior economia do mundo. "Um objetivo importante é evitar ações fiscais que possam impedir a atual recuperação econômica", afirmou.

 

Contato