Em mercados

S&P anuncia corte do rating dos EUA para AA+, com perspectiva negativa

Decisão já era aguardada pelo governo norte-americano; novo downgrade pode ser anunciado dentro de 12 a 18 meses

SÃO PAULO - Conforme já era ventilado no mercado na noite desta sexta-feira (5), a agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou o rating de crédito dos Estados Unidos, que passou de AAA para AA+, repercutindo as preocupações com o forte crescimento do déficit fiscal do país. A perspectiva para a nota é negativa, ou seja, um novo downgrade pode ser anunciado dentro de 12 a 18 meses, explica a agência.

Desde a semana passada, quando o Senado dos EUA aprovou o aumento do teto da dívida do país, começaram a crescer os rumores de que a principal economia do mundo poderia ter seu rating. A S&P já havia afirmado que poderia cortar o rating do país caso não houvesse um corte da dívida em US$ 4 trilhões na próxima década.

Com a decisão, os títulos da dívida norte-americana, por muito tempo indiscutivelmente considerados o investimento mais seguro do mundo, agora possuem um rating menor do que de outros países, como Reino Unido, Alemanha, França e Canadá.

Três principais agências
Confira na tabela abaixo como são as notas de longo prazo dentro da metodologia das três principais agências de classificação de risco:

S&P Moody´s Fitch Grau
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Aaa
Aa1
Aa2
Aa3
A1
A2
A3
Baa1
Baa2
Baa3
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Investimento
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Ba1
Ba2
Ba3
B1
B2
B3
Caa
Ca
C
Wr
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Especulativo

  

 

Contato