Natura (NTCO3) aprova plano para deslistar ADRs da NYSE

Natura &Co espera que NYSE suspenda a negociação das ADSs até 9 de fevereiro

Felipe Moreira

Publicidade

O Conselho de Administração da Natura (NTCO3) aprovou nesta quinta-feira (18) plano para deslistar voluntariamente da New York Stock Exchange (NYSE) suas American Depositary Shares (ADSs), representadas por American Depositary Receipts (ADRs).

A companhia emitiu inicialmente ADSs e as listou na NYSE em janeiro de 2020, em conexão com a aquisição da Avon, cujas ações foram listadas e negociadas na NYSE.

“A companhia agora considera que manter uma listagem secundária na NYSE não é mais atrativo, considerando que as negociações estão concentradas majoritariamente nas ações ordinárias da companhia na B3”, diz comunicado.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A deslistagem deverá ser efetiva 10 dias após a apresentação do Form 25 perante a SEC, órgão que regula o mercado de capitais dos EUA.

A Natura &Co espera que a NYSE suspenda a negociação das ADSs até 9 de fevereiro e que não providenciou a listagem, cotação e/ou registro dos ADRs em outra bolsa de valores ou meio de cotação. “A Natura &Co continuará registrada sob o Exchange Act por enquanto, e continuará a cumprir suas obrigações de divulgação nos termos do Exchange Act após sua deslistagem da NYSE”, afirma a companhia.

Tópicos relacionados