Shopping centers

Multiplan (MULT3) lucra 82% a menos no balanço do 3º trimestre

Lucro menor é resultado da venda da Diamond Tower, em julho de 2020, o que elevou a base de comparação entre os períodos

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO –  A Multiplan (MULT3) registrou um lucro líquido de R$ 99,404 milhões no terceiro trimestre deste ano, desempenho 82,5% inferior ao reportado no mesmo período do ano passado.

Segundo a empresa, o lucro menor é resultado da venda da Diamond Tower, em julho de 2020, o que elevou a base de comparação entre os períodos.

Quando comparado ao terceiro trimestre, evitando tais distorções, o lucro reportado neste ano foi 18,2% inferior, principalmente devido às maiores despesas com projetos (+182,1%) e Imposto de Renda e Contribuição Social (+257,3%), dado a contabilização da provisão de JCP no 3T19.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 216,068 milhões, queda de 69,35 na comparação anual.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2019, o Ebitda foi 8,1% inferior, principalmente devido “ao efeito da linearidade negativa no 3T21, uma vez que as condições contratuais da Covid-19 continuam a ser amortizadas”.

Além disso, o Ebitda, excluindo o efeito da linearidade alcançou R$ 237,7 milhões no 3T21, 6,1% acima do 3T19 (também excluindo o efeito da linearidade).

Já o Resultado Operacional Líquido (NOI) encerrou o trimestre em R$ 287,1 milhões, 40,8% superior ao 3TRI20.

Enquanto isso, o fluxo de caixa operacional (FFO) somou R$ 176,701 milhões, retração de 70%.

Receitas da Multiplan

A receita líquida somou R$ 322,260 milhões, retração de 68,5%. Entre as receitas, as de locação saltaram 101%, para R$ 301,9 milhões, enquanto as de serviços subiram 50,5%, a R$ 21,8 milhões, e de estacionamento saltaram 106,8%, a R$ 46,1 milhões.

“No 3TRI21, a Multiplan iniciou um novo capítulo. Desde setembro, os shoppings estão operando em 100% do período de funcionamento regular e, embora muitos protocolos e restrições de distanciamento social ainda existam, a companhia já supera os níveis de desempenho pré-pandêmico”, salienta a empresa.

Os lojistas dos shoppings centers da Multiplan registraram vendas de R$ 3,7 bilhões no 3T21, equivalente a 98,3% do que foi vendido no terceiro trimestre de 2019 e 168,3% no mesmo intervalo de 2020.

“Os shoppings operaram por 98,7% do seu horário regular no 3T21, uma vez que as restrições de horário relacionados a Covid-19 foram atenuadas durante o trimestre”, escreveu a empresa.

Conforme a companhia, em setembro, “todos os 19 shopping centers operaram em tempo integral e a correlação entre as horas em operação e as vendas mostrou-se forte novamente”.

Adicionalmente, a empresa informa que nos primeiros 25 dias de outubro, as vendas superaram 2019 em 9,7%.

Vendas mesmas lojas

As vendas nas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) cresceram 72,7% em relação ao 3T20, com destaque para o expressivo aumento nos segmentos de Alimentação/Áreas Gourmet, Vestuário e Serviços. Em relação ao 3T19, o SSS aumentou 1,5%.

O crescimento de Vestuário de 97,4% vs 3T20 foi impulsionado por calçados masculinos (+169,3%) e vestuário masculino (+165,8%).

Em termos de taxa média de ocupação, os shoppings da companhia tiveram uma média de 95,2% no trimestre, melhora ante o segundo trimestre deste ano (94,6%), mas estável na comparação anual.

Já os aluguéis mesmas lojas (SSR, na sigla em inglês) tiveram aumento de 128,4% na comparação anual e de 28,4% frente o terceiro trimestre de 2019 – período pré-pandemia.

Assim, em dois anos, o indicador superou a inflação medida pelo IPCA (13,7%) e, à medida que as concessões são reduzidas, destacou a empresa, se fecham “a lacuna para efeito do reajuste do IGP-DI de dois anos (35,2%).”

Sobre a inadimplência líquida, a empresa destacou que encerrou o trimestre em 3,9%, “menor valor desde o início da pandemia e 177 p.b. abaixo do trimestre anterior”.

No mais, a perda de aluguel – baseada na baixa de inadimplência de lojistas – atingiu 1,5%.

Análises

Em relatório, Itaú BBA  escreveu que a Multiplan apresentou um forte conjunto de números, impulsionada pela rápida aceleração na arrecadação de aluguéis e provisões controladas.

O banco diz que na frente operacional, as vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em iglês) se recuperaram para os níveis pré-crise, enquanto a ocupação e a inadimplência melhoraram em relação aos trimestres anteriores.

O Credit Suisse destacou que o fluxo de clientes ainda não se recuperou totalmente e os eventos não foram permitidos, o que significa que os resultados devem ser ainda mais fortes daqui para frente. Com as vendas se recuperando em ritmo acelerado, a Multiplan deve conseguir repassar a inflação em atraso que havia sido descontada anteriormente e, dada a qualidade do seu portfólio e a perspectiva positiva das festas deste ano, a empresa parece bem posicionada para seguir em frente com esta estratégia.

Dessa forma, o Credit Suisse reitera classificação de outperform para as ações, com preço-alvo de R$ 24,00

O Itaú BBA mantém avaliação outperform para ações da Multiplan, e preço-alvo de R$ 30,80, frente à cotação de terça-feira (27) de R$ 18,09.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe