Balanços

Modal Mais (MODL11) tem lucro líquido de R$ 48,9 milhões, alta de 195% na base anual

Desempenho dos segmentos de retail e da mesa institucional são destaques no trimestre do banco de investimentos

Por  Vitor Azevedo

SÃO PAULO – O banco de investimentos Modal Mais (MODL11) lucrou, de forma líquida e ajustada, R$ 48,9 milhões no terceiro trimestre de 2021, alta de 195% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A diferença se dá, em grande parte, pelo avanço da receita líquida, que saiu de R$ 96,5 milhões para R$ 212,5 milhões, alta de 120,2% – com destaque para os ganhos com retail portfólio, que faturou R$ 64,9 milhões, alta de 189%. O desempenho dos braços de mesa institucional também chama atenção, crescendo 183,5%, para R$ 32,8 milhões.

“O ritmo acelerado de crescimento da receita reflete as iniciativas em prática para trazer diversificação e complementariedade aos produtos e serviços de nosso ecossistema, sempre com a manutenção da rentabilidade”, defendeu o Modal Mais no documento publicado na noite desta quinta-feira (11).

Custos do Modal Mais acompanham maior faturamento, mas se diluem frente a receita

O custo de serviços prestados, composto, majoritariamente, por custos com custódia, corretagem, sistemas e serviços da B3 e de agentes financeiros, plataformas de home broker e comissão dos AAIs, também aumentaram. Apesar disso, porém, os gastos foram diluídos, com a margem bruta melhorando de 81% para 82,5%.

As despesas com vendas, gerais e administrativas também cresceram, saindo de R$ 42,1 milhões no terceiro trimestre de 2020 para R$ 80 milhões no deste. Destaque para os gastos com participação nos resultados, que avançaram quase 3.000%, para R$ 16,7 milhões, e com marketing, que com alta de 120,8%, chegando a R$ 11,4 milhões. Gastos com pessoal cresceram 47%, para R$ 36,2 milhões.

Esses gastos, bem como os custos de serviços, também se diluíram perante a receita. “No trimestre ,as despesas representaram 37,7% da Receita Liquida, ante 43,7% no mesmo período do ano anterior”, explica o relatório.

O retorno sobre o patrimônio líquido anualizado (ROAE, na sigla em inglês), foi de 16,6%, ante 14,6% no terceiro trimestre de 2020. O índice de Basiléia ficou em 22%, ante 11% no fim de 2020.

O Modal Mais fechou setembro com um total de R$ 5,9 bilhões em ativos, alta de 72,3% no ano, e R$ 1,3 bilhão em patrimônio líquido, avançando 216,3% na mesma base.

Compartilhe