Minério de ferro tem queda semanal com piora do cenário para demanda após dados fracos da China

O contrato de maio de minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com queda de 1,76%

Reuters

Publicidade

PEQUIM (Reuters) – Os contratos futuros de minério de ferro caíram nesta sexta-feira e também seguiam para uma queda semanal, apesar da recuperação registrada na véspera devido a esperanças de estímulos, uma vez que os dados econômicos persistentemente fracos da China, principal mercado consumidor, prejudicaram as perspectivas de demanda e o sentimento dos investidores.

O contrato de maio de minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com queda de 1,76%, a 948,5 iuanes (132,36 dólares) a tonelada, o menor valor desde 21 de dezembro de 2023, encerrando a semana com queda de 5,5%.

O minério de ferro de referência para fevereiro na Bolsa de Cingapura caiu 3,28%, atingindo o nível mais baixo desde 6 de dezembro, a 129,9 dólares a tonelada, caindo 6,3% na semana até o momento.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os preços ao consumidor da China acentuaram o declínio pelo terceiro mês em dezembro, enquanto os preços de fábrica também caíram, mostraram dados oficiais, destacando as persistentes pressões deflacionárias em uma economia que luta para construir uma recuperação sólida.

A queda na demanda devido às margens reduzidas entre as siderúrgicas chinesas também prejudicou os preços do minério de ferro nesta semana.

“A onda de reabastecimento de matérias-primas das usinas antes do feriado pode acabar sendo mais fraca do que o esperado em meio ao contínuo sofrimento com as perdas”, disseram analistas da Huatai Futures em uma nota.

Continua depois da publicidade

As importações de minério de ferro da China em 2023 atingiram recorde, com um aumento de 6,6% em relação ao ano anterior, mostraram dados alfandegários na sexta-feira, graças à demanda mais forte em meio à ausência de limites para produção de aço exigidos pelo governo e exportações de aço acima do esperado.

Já a Ferrexpo relatou uma queda de 33% na produção anual de pelotas de minério de ferro, já que a mineradora com foco na Ucrânia enfrentou mais um ano de interrupções causadas pela invasão russa.