Minério de ferro tem perda na semana em meio a preocupações com demanda da China

Nesta sexta, o minério de ferro de referência de março na Bolsa de Cingapura avançava 0,43%, a 120,2 dólares a tonelada, caindo 5,6% até agora nesta semana

Reuters

Mina de ferro da Vale em Minas Gerais (Photo by Giles Barnard/Construction Photography/Avalon/Getty Images)

Publicidade

PEQUIM (Reuters) – Os contratos futuros de minério de ferro tiveram uma queda semanal acentuada em meio a preocupações persistentes com a demanda na China, principal mercado consumidor do minério, apesar de uma recuperação dos preços na sexta-feira devido a temores com uma possível interrupção do fornecimento no Brasil após um acidente de trem.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com alta de 0,45%, a 899 iuanes (124,91 dólares) a tonelada, registrando uma queda de 6,5% na semana.

O minério de ferro de referência de março na Bolsa de Cingapura avançava 0,43%, a 120,2 dólares a tonelada, caindo 5,6% até agora nesta semana.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As fortes chuvas ocorridas nos últimos dias no Estado do Rio de Janeiro causaram um incidente em uma linha ferroviária de uma empresa terceirizada que atende a Vale, disse o segundo maior fornecedor de minério de ferro do mundo em uma resposta a um pedido de comentário da Reuters.

“Espera-se que isso seja resolvido nos próximos dias e não afetará a produção ou os embarques da Vale.”

A oferta abundante e a lenta recuperação da demanda continuam a agir como um obstáculo no curto prazo, limitando os ganhos de preço para o principal ingrediente da fabricação de aço, disseram os analistas.

Continua depois da publicidade

A produção diária de metal quente entre as siderúrgicas pesquisadas pela Mysteel diminuiu 0,5% na semana, para cerca de 2,24 milhões de toneladas na semana encerrada em 23 de fevereiro, mostraram dados da consultoria.