Minério de ferro sobe com esperança de estímulo na China e reabastecimento antes do feriado

O sentimento do mercado também foi impulsionado pela recuperação do mercado acionário da China na quinta-feira

Reuters

Publicidade

PEQUIM (Reuters) – Os preços futuros do minério de ferro subiram pela segunda sessão consecutiva nesta sexta-feira, sustentados por esperanças renovadas de mais estímulos na China, maior mercado consumidor do minério, e por reabastecimento antes do feriado por parte das siderúrgicas.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE), da China, encerrou as negociações do dia com alta de 2,63%, a 957 iuanes (133,04 dólares) a tonelada, o maior valor desde 12 de janeiro. Na semana, houve avanço de 1,3%.

O contrato de referência de fevereiro do minério de ferro na Bolsa de Cingapura subiu 0,55%, atingindo seu nível mais alto desde 16 de janeiro, a 130,15 dólares a tonelada, registrando um ganho semanal de 2,1%.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Recentemente, o mercado de minério foi mais impactado pelo sentimento em relação à macroeconomia, sem mudanças drásticas observadas em seus próprios fundamentos”, disseram analistas da Everbright Futures em uma nota.

O sentimento do mercado também foi impulsionado pela recuperação do mercado acionário da China na quinta-feira frente às mínimas de cinco anos, em meio a sinais de apoio estatal.

A expectativa é de que parte das usinas siderúrgicas armazenem matérias-primas para sustentar sua produção durante o feriado do Ano Novo Lunar, em fevereiro, dando suporte aos preços do principal ingrediente da fabricação de aço.

Continua depois da publicidade

A produção média diária de metal quente entre as usinas pesquisadas pela Mysteel subiu 0,51% na semana, para cerca de 2,22 milhões de toneladas na semana encerrada em 19 de janeiro, segundo dados divulgados pela consultoria.