Minério de ferro amplia perdas por preocupações persistentes com demanda da China

O minério de ferro de maio mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China encerrou as negociações do dia com queda de 3,98%

Reuters

Raw ore at an open-pit mine in California.

Publicidade

CINGAPURA/PEQUIM (Reuters) – Os contratos futuros de minério de ferro caíram pela terceira sessão consecutiva nesta quarta-feira, atingindo o nível mais baixo em quase quatro meses, conforme persistem as preocupações com a demanda de curto prazo na China, principal mercado consumidor do minério.

O minério de ferro de maio mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China encerrou as negociações do dia com queda de 3,98%, a 893 iuanes (124,29 dólares) por tonelada, o menor fechamento desde 31 de outubro, após uma queda de mais de 5% no dia anterior.

O minério de ferro de referência de março na Bolsa de Cingapura recuava 1,8%, a 118,65 dólares por tonelada, também alcançando uma mínima desde 31 de outubro.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Entre os fatores de pressão sobre os preços do principal ingrediente da fabricação de aço, está o aumento da oferta em um momento em que a recuperação da demanda tem sido mais lenta do que o esperado após a semana de férias do Ano Novo Lunar, disseram os analistas.

“A oferta dos principais produtores, Brasil e Austrália, até o momento tem se mantido em um nível relativamente alto em comparação com os anos anteriores; o clima até o momento este ano nos principais centros de produção está melhor do que a média dos últimos cinco anos”, disse Pei Hao, analista da corretora internacional FIS, com sede em Xangai.

“A fraca lucratividade de muitas usinas siderúrgicas limitou o aumento da demanda de minério no curto prazo.”

Continua depois da publicidade

Os estoques dos cinco principais produtos siderúrgicos acabados mantidos por comerciantes em 132 cidades em todo o país subiram para uma máxima de quase 11 meses na semana encerrada em 17 de fevereiro, saltando 15,6% em relação à semana anterior, segundo a última pesquisa da Mysteel.

Outros ingredientes siderúrgicos em Dalian subiram em meio a preocupações com a oferta, com o carvão metalúrgico e o coque registrando ganhos de 6,19% e 3,79%, respectivamente.