Minério de ferro amplia alta em Dalian com esperança renovada de demanda da China

A melhora do mercado de aço também está impulsionando o sentimento do mercado, disseram os analistas

Reuters

Publicidade

(Reuters) – Os preços futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian ampliaram os ganhos pela segunda sessão consecutiva nesta quarta-feira, ajudados por esperanças renovadas de recuperação da demanda no principal comprador, a China, após uma melhora no mercado de aço, embora as preocupações persistentes com o setor imobiliário em dificuldades tenham limitado os ganhos.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com alta de 1,08%, a 889 iuanes (US$ 123,49) a tonelada.

“As expectativas de uma atividade mais forte de construção aumentaram. Os canteiros de obras domésticas foram reabertos após o feriado do Ano Novo Lunar e estão procurando aproveitar as melhores margens após o recente declínio do minério de ferro”, disseram analistas do banco ANZ em nota.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A melhora do mercado de aço também está impulsionando o sentimento do mercado, disseram os analistas.

Os volumes de transações de produtos de aço para construção entre traders chineses pesquisados cresceram 98,3% em relação ao dia anterior, para 106.700 toneladas na terça-feira, mostraram dados da consultoria Mysteel.

“Se as siderúrgicas mostrarão mais interesse em reabastecer o minério nos próximos dias dependerá de até que ponto a demanda de aço se recuperará”, disseram analistas da Huatai Futures em nota.

Continua depois da publicidade

O minério de ferro de referência para março na Bolsa de Cingapura, no entanto, caía 1,29%, a US$ 116 por tonelada, arrastado para baixo por preocupações persistentes com o mercado imobiliário, o maior consumidor de aço na segunda maior economia do mundo.

A Country Garden Holdings disse na quarta-feira que uma petição de liquidação foi apresentada contra ela por falta de pagamento de um empréstimo de US$ 205 milhões, aumentando os problemas do setor imobiliário da China, atingido pela crise de liquidez.

O mercado está observando atentamente qualquer possível estímulo da principal reunião de tomada de decisões da China – o Congresso Nacional do Povo – na próxima semana.