Mills (MILS3) lucra R$ 66,4 milhões no primeiro trimestre, alta anual de 62,6%

A receita líquida, por sua vez, avançou 38,1%, indo para R$ 324,7 milhões. 

Equipe InfoMoney

Equipamento da Mills (MILS3) em operação (Divulgação)

Publicidade

A Mills (MILS3), de locação de equipamentos, registrou um lucro líquido de R$ 66,4 milhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23), alta de 62,6% na base de comparação anual.

A receita líquida, por sua vez, avançou 38,1%, indo para R$ 324,7 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado subiu 45% na comparação anual, indo a R$ 162,9 milhões.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A margem Ebitda ajustada foi a 50,2%, alta anual de 2,37 pontos percentuais (p.p.).

“Iniciamos 2023 com o primeiro trimestre em um cenário macroeconômico de altas taxas de juros e inflação, tanto em âmbito global quanto local. No entanto, seguimos confiantes em nosso potencial de crescimento e na expertise do nosso time para navegar o contexto com diligência, cautela e foco nos nossos clientes. Com as incertezas do cenário econômico, percebemos um maior conservadorismo no empresariado, o que levou a postergação do início de algumas obras e manutenções não emergenciais em clientes de determinadas regiões e setores. No entanto, possuímos uma capilaridade única que, através das 56 unidades localizadas em diferentes regiões brasileiras e clientes em diversos segmentos da economia, nos torna resilientes para enfrentar eventuais oscilações de mercado”, afirmou a companhia.