Temporada de balanços

Marcopolo (POMO4) registra queda de 52,1% no lucro no quarto trimestre, para R$ 65,2 milhões

Companhia que produz ônibus continua sendo afetada por pandemia, com menor uso do transporte público

Por  Equipe InfoMoney

A Marcopolo (POMO4) reportou lucro líquido de R$ 65,2 milhões no quarto trimestre de 2021, o que representa uma redução de 52,1% em relação ao mesmo período de 2020.

A produção consolidada da Marcopolo foi de 3.031 unidades. No Brasil, a produção atingiu 2.196 unidades, 19,5% inferior na base anual, enquanto no exterior a produção foi de 835, 113,6% superior às unidades produzidas no mesmo período do ano anterior.

A queda na produção é explicada pela influência da pandemia sobre as vendas do terceiro trimestre, por um menor volume de produção voltado ao programa federal Caminho da Escola na comparação trimestral, bem como pela falta de determinados componentes, especialmente semicondutores e chassis.

A receita líquida somou R$ 1,08 bilhão no quarto trimestre, alta de 4,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. As receitas no Brasil somaram R$ 499,3 milhões no trimestre, queda de 2,4% na comparação com igual etapa de 2020. As receitas no exterior cresceram 40,7%, atingindo R$ 336,6 milhões.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 9,8 milhões, ante um resultado de R$ 20,7 milhões positivos registrados no quarto trimestre de 2020. O resultado financeiro foi impactado negativamente pela variação cambial gerada pela desvalorização do Real frente ao Dólar norte americano sobre a carteira de pedidos em dólares.

O lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 50,2% na comparação com igual etapa de 2020, totalizando R$ 74,4 milhões. Já a margem Ebitda alcançou 6,9% no 4º trimestre de 2021, queda de 7,5 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020.

A margem bruta da companhia foi de 11,4% entre outubro e dezembro de 2021, queda de 5,8 pontos percentuais.

O retorno sobre capital investido (ROIC, na sigla em inglês) foi de 5,3% no quarto trimestre do ano passado, alta de 0,7 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2020.

O endividamento financeiro líquido totalizava R$ 923,2 milhões em 31 de dezembro de 2021, contra R$ 1,095 bilhão de 30 de setembro de 2021. Desse total, R$ 464,1 milhões eram provenientes do segmento financeiro (Banco Moneo) e R$ 459,1 milhões do segmento industrial.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe