varejo

Lojas Quero-Quero (LJQQ3) registra queda de 28% no lucro 4º trimestre, para R$ 25,1 mi

Resultado líquido foi impactado pelo aumento da taxa de juros e os investimentos no projeto Figital, diz a empresa

Por  Felipe Moreira -

A Lojas Quero-Quero (LJQQ3) registrou lucro líquido de R$ 25,1 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa um recuo de 28% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Segundo a varejista, o resultado foi impactado pelo aumento da taxa de juros e os investimentos no projeto Figital.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da Quero-Quero caiu 27,5%, totalizando R$ 45,9 milhões. Já a margem Ebitda ajustado atingiu 8,2% no período, baixa de 4,5 p.p. frente a margem registrada em 4T20.

A receita líquida somou R$ 563,4 milhões entre outubro e dezembro do ano passado, alta de 12,2% na comparação com igual etapa de 2020.

Mais dados do balanço da Quero-Quero (LJQQ3)

As vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) recuaram 2% no trimestre, contra crescimento de 29,7% no 4T20.

O lucro bruto da Quero-Quero totalizou R$ 215,5 milhões no 4T21, crescimento de 0,8% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Já o retorno sobre o capital investido (ROIC, na sigla em inglês) atingiu 18,4% no 4T21, queda de 11,2 p.p. frente ao 4T20.

As despesas operacionais totalizaram R$173,5 milhões (R$630,0 milhões no acumulado do ano), crescimento de 13,2% no trimestre (22,0% de crescimento em 2021). O aumento das despesas operacionais refletiu a implementação do projeto Figital assim como maior investimento em logística e na expansão via abertura de novas lojas.

Em 31 de dezembro de 2021, a Dívida Líquida Ajustada da Quero-Quero foi de R$ 72,7 milhões, e a relação entre a Dívida Líquida Ajustada e o Ebitda Ajustado dos últimos doze meses foi de 0,4x.

No 4T21, os investimentos da Quero-Quero totalizaram R$ 23,8 milhões, incluindo aberturas de lojas, implementação de projetos, investimentos em logística e TI.

Neste trimestre, foram abertas 25 novas lojas, comparado a 17 lojas no 4T20 e 12 lojas no 4T19. Também concluiu a transformação de 9 lojas existentes, que foram transformadas para os modelos Mais Construção I, II e III.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe