Livro de ofertas

Livro de ofertas: conheça melhor o funcionamento do mercado de ações

Livro de ofertas traz quais são as ofertas de compra e de venda dos investidores para cada ativo negociado em Bolsa

SÃO PAULO – Embora o último preço e a variação no dia sejam provavelmente as cotações mais acompanhadas de uma ação, na hora de negociar o investidor tem que acompanhar de perto o livro de ofertas. Apesar de o último preço trazer informação a respeito do último negócio realizado com um papel, é no livro de oferta que indicações dos próximos negócios podem ser encontradas.

Para quem não conhece, o funcionamento do livro de ofertas é simples. Ele lista todas as ofertas, segmentadas em ofertas de compra e ofertas de venda, que os investidores colocaram por um determinado papel na Bovespa.

As melhores em primeiro lugar
Vamos imaginar que você queira comprar 100 ações da Empresa ABC. Analisando o livro de ofertas de compra, você irá notar que existem ofertas a diferentes preços, refletindo o fato de que diferentes investidores querem comprar a preços distintos. Neste caso, a oferta que traz o preço mais alto aparecerá em primeiro lugar, no topo da lista.

PUBLICIDADE

O fato de que um investidor oferece, por exemplo, R$ 108,00 pelo papel aumenta a probabilidade de um negócio ser fechado em relação a uma oferta de, digamos, R$ 90,00. Afinal de contas, será mais fácil achar um vendedor a R$ 108,00 do que um a R$ 90,00.

O raciocínio inverso se aplica no caso das ofertas de venda. Quanto menor o preço, mais alto no livro de ofertas ela estará, pois, do ponto de vista do mercado, um vendedor a preço menor aumenta a chance de concretização do negócio.

Melhor oferta de compra e de venda
Vale a pena descrever, portanto, o conceito de melhor oferta. A melhor oferta de compra é o preço mais alto no qual algum investidor está disposto a comprar uma ação em um determinado momento. Podemos usar como exemplo um caso em que temos três ofertas de compra para as ações da Empresa ABC – uma a R$ 103,00, a segunda a R$ 105,00 e a terceira a R$ 108,00.

A melhor oferta de compra será R$ 108,00. Este número é de conhecimento do mercado, já que o sistema adotado pela Bolsa ordena as ordens de compra de cada ação de acordo com o preço.

Seguindo raciocínio similar, a melhor oferta de venda é o preço mais baixo no qual algum investidor está disposto a vender uma ação em um determinado momento. Assim como a oferta de compra, a oferta de venda também é de conhecimento do mercado.

Quantidade
Vale lembrar que cada ordem de compra (ou venda) contém dois elementos: preço e quantidade (número de ações que o investidor está disposto a comprar). Desta forma, a partir do momento em que sabemos qual a melhor oferta de compra, também sabemos qual a quantidade de compra a esse preço.

PUBLICIDADE

Podemos usar como exemplo o caso de um investidor que coloca uma ordem de compra para 100 ações da Empresa ABC a um preço de R$ 110,00 – a quantidade de oferta de compra é 100. No caso de um outro investidor colocar uma ordem de 200 ações também a R$ 110,00, a quantidade de compra passa agora a 300 (100+200).

Da mesma forma que a quantidade da oferta de compra corresponde ao número de ações que o mercado (a soma de todos os investidores) está disposto a comprar na melhor oferta de compra, a quantidade da oferta de venda também corresponde à quantidade de ações que o mercado está disposto a vender na melhor oferta de venda.