Justiça do RJ decreta falência de empresa de “Faraó dos Bitcoins”

A empresa GAS Consultoria, segundo a PF, movimentou em uma década quase R$ 40 bilhões

Reuters

Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como 'Faraó dos Bitcoins'

Publicidade

A Justiça do Rio de Janeiro decretou na quinta feira (17) a falência da empresa GAS Consultoria e Tecnologia, controlada por Glaidson Acácio dos Santos, acusado de operar um esquema ilegal criptomoedas e pirâmides financeiras e conhecido como “Faraó dos Bitcoins”.

Segundo documentos do processo, a empresa tem cerca de 127 mil credores e passivo de mais de R$ 9 bilhões. A PF afirma que a GAS movimentou em uma década quase R$ 40 bilhões.

A falência foi decretada pela 5ª Vara Empresarial do Rio. A defesa tentava uma recuperação judicial da empresa.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo o processo, a GAS oferecia a clientes um retorno mensal de 10% sobre o valor investido.

A companhia foi alvo em agosto de 2021 da operação Kryptus, da Polícia Federal. Santos foi preso em uma mansão no Rio de Janeiro e milhões de reais foram apreendidos na casa na ocasião.

Não foi possível contatar de imediato a GAS ou representantes de Santos.