MERCADOS AO VIVO Ação da Mater Dei (MATD3) estreia na B3 com queda de cerca de 5%

Ação da Mater Dei (MATD3) estreia na B3 com queda de cerca de 5%

Crise

JPMorgan é autorizado a retomar recompra de até US$ 3 bi em ações

Banco tinha suspendido recompras de ações em maio e apresentou um novo plano de capital ao Federal Reserve em agosto, após conter perdas com derivativos de cerca de 6,2 bilhões de dólares

arrow_forwardMais sobre

NOVA YORK – O JPMorgan Chase & Co informou nesta quinta-feira que reguladores norte-americanos aprovaram um plano para o banco usar seu capital para recomprar até US$ 3 bilhões de suas ações no primeiro trimestre de 2013.

O banco suspendeu as recompras de ações em maio e apresentou um novo plano de capital ao Federal Reserve em agosto, após conter perdas com derivativos de cerca de US$ 6,2 bilhões.

O Federal Reserve, banco central dos EUA, disse ao JPMorgan em 5 de novembro ter aprovado o plano, informou a instituição financeira.

A perda com derivativos foi revelada pelo JPMorgan em 10 de maio, mais de um mês depois de informações no mercado de crédito sugerindo que Bruno Iksil, operador do JPMorgan em Londres, tinha feito maciças apostas no mercado financeiro.

O plano aprovado pelo Fed permite que o JPMorgan continue a pagar os dividendos trimestrais para ações ordinárias.

O presidente-executivo do banco, Jamie Dimon, disse a investidores em 21 de maio que o JPMorgan tinha suspendido a recompra de ações para reconstruir sua base de capital e para atingir maiores exigências de liquidez.

Devido a restrições impostas após a crise financeira global de 2008 e 2009, o JPMorgan e outros grandes bancos nos EUA não podem recomprar ações ou elevar os dividendos sem autorização do Fed.

Em 2011, o JPMorgan alocou US$ 9 bilhões para recomprar ações de sua emissão.