Aquisição?

Irmãos Batista, donos da JBS, negociam a compra da Fibria, diz Exame

Os irmãos já são donos de uma empresa do setor, a Eldorado Celulose, enquanto a Fibria é controlada pela família Ermírio de Moraes e pelo BNDES.

SÃO PAULO – O grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista (donos da JBS), está negociando a compra da companhia de celulose Fibria (FIBR3), segundo notícia publicada pela revista Exame nesta quarta-feira (7). Os dois já são donos de uma empresa do setor, a Eldorado Celulose, enquanto a Fibria é controlada pela família Ermírio de Moraes e pelo BNDES.

De acordo com a publicação, as negociações entre as duas famílias têm esbarrado num problema: para não ser obrigado a fazer uma oferta pública a todos os acionistas da Fibria — empresa cujo valor de mercado, hoje, é de cerca de R$ 30 bilhões –, Joesley Batista tenta viabilizar uma oferta por apenas 24,99% das ações.

O problema é se a Votorantim e o BNDES – que juntos possuem 60% das ações da Fibria – aceitariam se tornar sócios dos Batista.

Ainda segundo a matéria, os Batista julgam que, após uma valorização de 60% no ano, os papéis da Fibria estão caros demais, e pedem um desconto para fechar o negócio. A Exame cita ainda executivos que participam das negociações, e afirma que nenhuma oferta foi formalizada até agora, sendo possível que as conversas naufraguem.

As ações da Fibria não sofreram impacto com este rumor, sendo cotadas às 12h36 (horário de Brasília) a R$ 51,06, com queda de 2,80%.