Investimentos

Investidor deve ter visão de longo prazo sobre renda variável, diz gestor

Diney Vargas, diretor da Apex Capital — que tem mais de R$ 6 bilhões de ativos sob gestão —, participou do programa Upside, na InfoMoney TV

SÃO PAULO – Não são poucas as pessoas que olham para a renda variável como um investimento de curto prazo — até porque é possível obter altos ganhos em um breve período.

Para Diney Vargas, diretor executivo da Apex Capital, empresa independente de gestão de recursos de terceiros com foco em renda variável, essa é uma visão equivocada. O gestor foi o convidado de Shin Lai, apresentador do programa Upside, hoje, na InfoMoney TV.

“O investidor precisa olhar para o investimento em Bolsa como um investimento de médio ou longo prazo”, defendeu Vargas. “Tem que ser um dinheiro que ele olhe e fale assim: ‘Eu vou investir e dar um tempo para esse gestor trabalhar’. Só assim o investidor vai conseguir se beneficiar desse ciclo todo”, concluiu ele, acrescentando que, no Brasil, “o ideal seriam dez anos, pelo menos”.

PUBLICIDADE

A empresa atua com três estratégias: long only, long biased e long short. E a filosofia é investir com base nos fundamentos das empresas, sem descuidar de fatores macroeconômicos, domésticos e internacionais. Atualmente, os ativos sob gestão da Apex superam os R$ 6 bilhões.

Para saber mais sobre a operação da Apex Capital, assista abaixo ao programa Upside.

O programa Upside tem apresentação de Shin Lai, analista de investimentos da Upside Investor e responsável pelos relatórios Super Combo Upside — que, agora, contemplam também fundos imobiliários. Para assinar os relatórios com recomendações de investimentos, clique aqui.