Bolsas nos EUA

Índices nos EUA fecham com leve queda após Congresso anunciar nova reunião

Senador Harry Reid criticou os republicanos e levou os índices a quedas superiores a 1%, mas decisão do Congresso ajudou a recuperar as ações

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Com o prazo final para uma resolução do abismo fiscal se aproximando, o dia no mercado norte-americano foi de pessimismo, com os principais índices acionários do país tendo forte queda durante a tarde. Porém, anúncios feitos próximos do fim do pregão ajudaram os índices a fecharem próximos da estabilidade.

No início da sessão, os índices chegaram a cair mais de 1%, após o líder no Senado dos EUA, Harry Reid criticar o posicionamento dos republicanos e afirmar que o país está próximo do abismo. Reid se mostrou bastante pessimista quanto ao cenário norte-americano nos próximos dias.

Porém, faltando menos de uma hora para o encerramento da sessão, a Câmara dos Deputados norte-americana informou que realizará uma reunião no domingo, às 21h (horário de Brasília), como mais uma tentativa de chegar a um acordo quanto ao abismo fiscal no país. Isso parece ter animado um pouco os investidores, e fez com que os índices reduzissem as perdas e fechassem com leves quedas.

O índice Nasdaq Composite, que concentra as ações de tecnologia, fechou em leve baixa de 0,14% a 2.986 pontos. O Dow Jones, que mede o desempenho das 30 principais blue chips norte-americanas, também encerrou o pregão em leve desvalorização de 0,14% atingindo 13.096 pontos, enquanto o S&P 500, que engloba as 500 principais empresas dos EUA, apresentou queda de 0,12% chegando a 1.418 pontos.

% Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano
 S&P 500-0,121.418+1,37+12,76 
 Dow Jones-0,1413.096+1,69+7,19 
 Nasdaq-0,142.986+0,61+14,62