Bolsa

Ibovespa zera perdas após membro do Fed dizer que tensão comercial justifica corte de juros

Mercado brasileiro vira junto com o dos Estados Unidos, que repercute o tom mais dovish de Charles Evans

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa zera perdas nesta quarta-feira (7) impulsionado pela alta das ações de bancos após o presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, defender que a guerra comercial poderia justificar mais reduções nas taxas de juros dos Estados Unidos. 

O tom dovish (favorável a relaxamento monetário) de Evans mudou os rumos do mercado global. As bolsas dos EUA, que caíam mais de 1% antes da fala, reduziram perdas e agora recuam apenas 0,3%. 

Por aqui, o investidor acompanha a votação dos destaques apresentados pela oposição ao texto da reforma da Previdência aprovado em segundo turno na Câmara dos Deputados por 370 votos a 124. 

Aprenda a investir na bolsa

Às 15h30 (horário de Brasília) o Ibovespa tinha leve variação negativa de 0,05% a 102.107 pontos. Já o dólar comercial avança 0,6% a R$ 3,9792 na compra e a R$ 3,9799 na venda, enquanto o dólar futuro com vencimento em setembro sobe 0,5% a R$ 3,988. 

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2021 caía nove pontos-base a 5,43% e o DI para janeiro de 2023 tem queda de quatro pontos-base a 6,37%.

Charles Evans disse ainda que as perspectivas mais baixas de inflação já chamariam por uma política acomodatícia.

Para Lucas Monteiro, operador de multimercados da Quantitas Gestão de Recursos, as bolsas melhoraram muito lá fora e ajudaram a animar o mercado por aqui. “Estamos muito mais ligados ao que ocorre no exterior, pois a aprovação da Previdência já estava precificada”, explica. 

Quem não vai tão bem são as ações da Petrobras, que sofrem com a desvalorização do petróleo. A cotação do barril do petróleo tipo Brent cai 4,6% a US$ 56,21, enquanto o tipo WTI registra perdas de 4,75% a US$ 51,08. 

A commodity começou a ver seus preços desabarem depois dos dados de estoque, que subiram inesperadamente em 2,4 milhões de barris na semana passada. A expectativa mediana dos analistas era de queda de 2,8 milhões de barris no período. 

PUBLICIDADE

Mais cedo, os rendimentos dos títulos do tesouro norte-americano recuavam ao mesmo tempo em que o ouro se valorizava em mais de 2,5%, sinalizando uma aversão generalizada a risco. 

No Twitter, o presidente dos EUA, Donald Trump, exortou o Federal Reserve a cortar juros, afirmando que “o problema não é a China”.

“Nós estamos mais fortes do que nunca, dinheiro está inundando os EUA, ao mesmo tempo em que a China perde milhares de empresas para outros países e a moeda dos chineses está sob cerco – nosso problema é que o Fed é orgulhoso demais para admitir o erro dele em agir rápido demais, apertando muito a política monetária”, escreveu. 

Hoje, o Banco Popular da China (PBoC) estabeleceu a referência oficial do ponto médio do yuan em 6,9996 por dólar, o que foi ligeiramente mais fraco do que as expectativas do mercado, segundo a CNBC. O banco central da China permite que a taxa de câmbio aumente ou caia 2% desse número.

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

Voltando ao noticiário político nacional, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse acreditar que os destaques da Previdência apresentados serão rejeitados pelo Plenário.

Devem ser votados hoje os oito destaques supressivos encaminhados pela oposição. Passada essa etapa, o texto será enviado ao Senado. Maia estimou que a votação se iniciará por volta de 11 horas e prosseguirá até às 22 horas desta quarta. 

Vendas do varejo

As vendas do comércio varejista subiram 0,1% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, informou nesta quarta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

PUBLICIDADE

O resultado veio abaixo da mediana (+0,5%) das estimativas calculada pelo Projeções Broadcast a partir do intervalo que ia de uma queda de 0,3% a um avanço de 1,4%.

Na comparação com junho de 2018, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 0,3% em junho de 2019. Nesse confronto, o resultado também veio pior que a mediana das estimativas, que era positiva em 0,7%. As projeções iam de uma redução de 1,6% até uma elevação de 1,9%.

O resultado do varejo reflete a conjuntura de baixo dinamismo econômico, o grande nível de pessoas desempregadas, e o maior nível de endividamento das famílias desde abril de 2016, disse Isabella Nunes, gerente da pesquisa do IBGE.

Noticiário Corporativo

O Estadão traz informação de que as negociações entre o fundo de private equity Advent e o Casino para a compra das operações do Grupo Pão de Açúcar no Brasil esbarraram na complexa estrutura acionária do dono do GPA (PCAR4).

Segundo a publicação, o fundo teria oferecido um prêmio de 20% em relação ao preço atual do GPA na bolsa. O sistema de participação cruzada vem sendo revisado pelo Casino. Endividado, o grupo francês entrou com pedido de proteção na Justiça.

A Atvos, companhia do Grupo Odebrecht, pediu à Justiça corte de 46% de sua dívida bruta com fornecedores. Os débitos totais somam R$ 15 bilhões, mas R$ 3,9 bilhões são devidos a empresas do próprio grupo, diz o Valor Econômico. No plano de recuperação apresentado, a empresa propôs redução da dívida com terceiros de R$ 10,5 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

Na safra de resultados, destaque para a BB Seguridade (BBSE3), que reportou um lucro líquido ajustado de R$ 1,087 bilhão no segundo trimestre deste ano, uma alta de 18,4% ante o mesmo período do ano passado. No semestre, o lucro alcançou R$ 2,092 bilhões, crescimento de 15,1% e o maior resultado recorrente semestral da história da Companhia.

Também saíram os balanços de Guararapes, com lucro em IFRS 16 de R$ 54,9 milhões (-38,4%); RD – Raia Drogasil (RADL4) – lucro em IFRS 16 de R$ 140,745 milhões (+13%); Iguatemi com lucro de R$ 60,1 milhões (-0,8%); e Arezzo (ARZZ3)  com lucro líquido pro-forma de R$ 42,4 milhões (+27,9%).

PUBLICIDADE

A elétrica Cesp (CESP6) reportou prejuízo líquido de R$ 4 milhões, revertendo lucro de R$ 340,9 milhões de um ano antes. A Engie Brasil (EGIE3) reportou lucro de R$ 385,4 milhões (-34,6%).

Previdência

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, comemorou o resultado da votação do texto-base da reforma da Previdência na Câmara e previu que a tramitação da proposta deve ser concluída até o fim do mês que vem. “Projetamos a votação em dois turnos no plenário do Senado entre 20 e 30 de setembro”, afirmou.

A reforma da Previdência, na forma do substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), aprovada em segundo turno, aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

A versão aprovada pelos deputados garante, pelos cálculos do governo, um impacto fiscal de R$ 933,5 bilhões em dez anos com mudanças no atual sistema previdenciário e alterações de alíquota da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) para bancos. O montante é R$ 303,5 bilhões menor do que o texto original.

Rodrigo Maia disse ter fechado um acordo para a votação da chamada PEC paralela, que tratará da inclusão de Estados e municípios nas novas regras previdenciárias. Os entes federativos foram retirados da proposta original feita pelo governo. O texto deverá ser formalizado pelos senadores e depois encaminhado à Câmara.

(Com Agência Estado)