Comentário de Bolsa

Ibovespa segue em alta, com Datafolha sendo ofuscado por EUA e exportadoras

Ações da Vale e siderúrgicas têm um novo dia de ganhos, enquanto EUA animam e ofuscam alta de Dilma Rousseff na pesquisa Datafolha

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Ibovespa passou por uma reviravolta nesta quinta-feira (3), dividido entre pesquisa Datafolha e os dados de emprego nos EUA. Após o índice futuro chegar a cair 0,8% com a alta nas intenções de voto para a presidente Dilma Rousseff, o índice à vista passou por um movimento de maior indefinição, mas firmou alta. Após abrir em queda de 0,5%, o benchmark da bolsa se recuperou na esteira do dia positivo nos EUA, com Wall Street registrando ganhos e o Dow Jones ultrapassando os 17 mil pontos pela primeira vez na história. Assim, às 12h52 (horário de Brasília), o Ibovespa registra ganhos de 0,41%, a 53.247 pontos. 

As ações PN da Petrobras (PETR4), que chegaram a cair 1% mais cedo, oscilam entre leves ganhos e perdas, enquanto as da Eletrobras (ELET3;ELET6) têm baixa. Já as ações da Vale (VALE3, R$ 31,07, +2,07%; VALE5, R$ 27,74, 1,99%) seguem a alta dos últimos três dias, assim como as siderúrgicas. Vale ressaltar que foram revelados hoje novos dados da China, com o PMI de serviços passando de 50,7 em maio para 53,1 em junho e sugerindo uma maior estabilidade da economia do gigante asiático. 

Além da Vale, outras exportadoras também registram ganhos. Entre as altas, destaque para as siderúrgicas Usiminas (USIM5, R$ 8,26, +1,85%), Gerdau (GGBR4, R$ 13,60,+2,41%) e CSN (CSNA3, R$ 9,76, +1,04%), além da empresa do setor de papel e celulose Fibria (FIBR3, R$22,61,+1,39%).

Enquanto isso, com exceção da Eletrobras, as elétricas registram alta, após a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) propor um reajuste de 18,66% para as tarifas de energia da companhia Eletropaulo. Em destaque, estão os papéis da Cemig (CMIG4, R$ 16,40, +2,82%): vale ressaltar que a companhia mineira pede uma correção de dois dígitos na conta de luz para repor as despesas com aquisição de energia e o acionamento de usinas térmicas.

Datafolha e EUA são os destaques 
No radar político, o levantamento Datafolha sinalizou que Dilma tem 38% da preferência do eleitorado, ante 34% registrados na leitura de junho. Os candidatos da oposição também avançaram, porém em menor margem. O senador Aécio Neves, do PSDB, variou de 19% para 20%, enquanto o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, oscilou de 7% para 9%.

Porém, nas simulações de segundo turno, uma boa notícia para Aécio, que estreitou novamente a diferença com Dilma, de 8 para 7 pontos percentuais. Conforme ressalta a XP Investimentos, este Datafolha não exerce um impacto tão grande na Bolsa, já que o efeito Copa é de curto prazo e há três meses para as eleições. Além disso, a pesquisa reforçou a expectativa por segundo turno.

Além disso, o mercado segue de olho no cenário internacional, com a divulgação do relatório de emprego nos EUA, mostrando a criação de 288 mil vagas de trabalho em junho, acima da expectativa de 230 mil postos esperados pelo Briefing. Enquanto isso, a taxa de desemprego caiu para 6,1%, ante 6,3%, ante expectativa de manutenção. Cabe lembrar que as bolsas em Wall Street fecham mais cedo hoje, às 14h (horário de Brasília), devido ao feriado amanhã de independência dos EUA. 

Já o BCE (Banco Central Europeu) manteve a taxas de juros em 0,15%, mantendo no patamar mínimo recorde após reunião de hoje. Em pronunciamento, o presidente do BCE, Mario Draghi, destacou que a inflação harmonizada anual deverá permanecer em níveis baixos nos próximos meses, vendo a inflação aumentar gradualmente em 2015 e 2016. “Nossa postura de política monetária está voltada para alcançar o nosso mandato, estamos sensíveis a riscos de estabilidade financeira”. 


As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia
 BRKM5 BRASKEM PNA14,60+2,74
 CMIG4 CEMIG PN ED16,38+2,70
 FIBR3 FIBRIA ON22,83+2,38
 GGBR4 GERDAU PN13,58+2,26
 CSNA3 SID NACIONAL ON9,87+2,17

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% Ano
 BRML3 BR MALLS PAR ON18,26-1,46+8,88
 CPFE3 CPFL ENERGIA ON19,32-1,43+4,39
 AEDU3 ANHANGUERA ON17,79-1,33+20,23
 ELET3 ELETROBRAS ON6,12-1,29+9,90
 ELET6 ELETROBRAS PNB10,14-1,27+17,31

PUBLICIDADE

PMI de serviços no radar dos mercados
A entrada de novos pedidos sustentou a expansão do setor de serviços do Brasil em junho, que atingiu o melhor resultado desde o final do ano passado com forte recuperação das expectativas, apontou o PMI (Índice de Gerentes de Compras) nesta quinta-feira. O PMI de serviços do Brasil avançou em junho a 51,4, após ficarem em 50,6 em maio, quinto mês seguido acima da marca de 50 que divide crescimento de contração e o melhor nível desde dezembro passado (51,7).

Já a atividade do setor de serviços da China expandiu no ritmo mais rápido em 15 meses em junho. O PMI de serviços do HSBC/Markit se recuperou para 53,1 em junho ante 50,7 em maio, bem acima da marca de 50 que separa crescimento de contração na atividade.