Fechamento

Ibovespa ensaia recuperação após notícias de Fed e 5G, mas fecha em queda de 0,45%; dólar sobe a R$ 5,14

Mercado termina a sessão com leve desempenho negativo, na contramão das bolsas dos EUA

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em leve queda nesta segunda-feira (15), depois de chegar a cair quase 3% na abertura em meio a preocupações com uma segunda onda do coronavírus. À tarde, no entanto, a Bolsa zerou tomando carona no desempenho dos índices acionários americanos, que refletiram duas notícias positivas.

A primeira de que os Estados Unidos permitirão que empresas trabalhem com a Huawei na implementação da tecnologia 5G. A segunda, que o Federal Reserve anunciou que irá comprar títulos da dívida privada de empresas.

Também ajudou a amenizar o pessimismo do mercado a informação de que Bruno Funchal, atual diretor de Programas do ministério da Economia e ex-secretário da Fazenda do Espírito Santo, será o novo secretário do Tesouro Nacional. O atual secretário, Mansueto Almeida, afirmou que pedirá demissão e deve sair do governo em agosto.

PUBLICIDADE

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, Mansueto minimizou o impacto de sua saída na confiança do investidor afirmando que “o fiador do ajuste fiscal é o [ministro da Economia] Paulo Guedes”. “O próprio Tesouro Nacional passou por mudanças institucionais importantes nos últimos quatro, cinco anos. Há continuidade muito grande no Tesouro. Foram criados, desde 2015, comitês de governança. Tudo isso dá segurança institucional”, disse.

Mesmo assim, o desempenho da Bolsa aqui foi mais fraco que no exterior. O Ibovespa caiu 0,45% a 92.375 pontos com volume financeiro negociado de R$ 42,554 bilhões. Vale lembrar que hoje foi dia de vencimento de opções sobre ações e ETFs, o que movimentou R$ 11,1 bilhões.

Lá fora, os índices Dow Jones e S&P 500 subiram 0,62% e 0,83% respectivamente.

Já o dólar futuro para julho opera em alta de 1,59% a R$ 5,136 no after-market. O dólar comercial subiu 1,92%, a R$ 5,1411 na compra e R$ 5,15421 na venda.

No mercado de juros futuros, DI para janeiro de 2022 caiu um ponto-base a 3,05%, o DI para janeiro de 2023 registrou ganhos de um  ponto-base a 4,13% e o DI para janeiro de 2025 avançou cinco pontos-base a 5,71%.

Nos Estados Unidos, houve o aumento das tensões sociais após a morte de Rayshard Brooks, um homem negro, por policiais de Atlanta na noite de sexta-feira. Os protestos contra o racismo e violência policial se intensificaram no país desde a morte de George Floyd, no final de maio.

PUBLICIDADE

Já na Ásia, uma série de indicadores da China ficou aquém do esperado e também contribuiu para o maior mau humor do mercado. Em maio, a produção industrial da segunda maior economia do mundo teve expansão anual de 4,4%, mas a previsão de analistas era de aumento de 5%.

No mesmo período, as vendas no varejo caíram 2,8%, ante projeção de queda de 2%. Também decepcionaram os investimentos em ativos fixos, que recuaram 6,3% entre janeiro e maio em relação a igual período do ano passado. Neste caso, a projeção era de queda de 6%.

Entre os indicadores nacionais, foi divulgado hoje o Relatório Focus do Banco Central. Segundo o documento, os economistas projetam que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro caia 6,51% em 2020, uma previsão mais pessimista que a da semana anterior, que era de retração de 6,48%. Para 2021, a expectativa se manteve em um avanço de 3,50%.

Já para o medidor oficial de inflação, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os economistas projetam um crescimento de 1,60% este ano, contra 1,53% projetado na semana passada. Para 2021, a previsão foi de alta de 3,10% para 3%.

A projeção dos economistas é que ao final deste ano, Selic seja de 2,25% ao ano, projeção igual das últimas quatro semanas. Para a Selic em 2021, os economistas preveem uma taxa de 3%, ante estimativa de 3,50% na semana passada.

Investigações em Brasília

A ativista Sara Winter foi presa pela Polícia Federal na manhã de hoje. Ela é a líder do movimento 300 do Brasil, que apoia o presidente Jair Bolsonaro. A prisão ocorre depois de ato, realizado no sábado à noite, em que manifestantes favoráveis ao governo de Jair Bolsonaro atiraram fogos de artifício em direção ao STF (Supremo Tribunal Federal), simulando um bombardeio.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) determinou a abertura de uma notícia de fato, nome que se dá a investigação preliminar, em resposta a um pedido do presidente da corte, Dias Toffoli.

A abertura da notícia fato ocorreu no mesmo dia de novas manifestações pelo país, mas mais esvaziadas que no domingo anterior. Novamente, as ruas tiveram a presenta de manifestantes favoráveis ao governo e, do outro lado, grupos em favor da democracia.

PUBLICIDADE

O governo lida ainda com o aumento dos casos de coronavírus no país. Segundo o balanço do Ministério da Saúde, divulgado no início da noite de domingo, foram confirmadas 612 mortes em 24 horas, elevando o total para 43.332 óbitos. Já o número de casos chegou a 867.624. No levantamento feito por um consórcio de jornais, o número de mortes em 24 horas foi de 598. O total de óbitos chega a 43.389 e o de casos, a 867.882.

Panorama corporativo

A Covid-19 segue tendo impacto sobre as operações das empresas. A Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul determinou que a JBS afaste todos os funcionários diretos e terceirizados da unidade de Trindade do Sul (RS) por 14 dias para testes de Covid-19, segundo a agência Reuters.

Pela decisão, o afastamento é válido a partir de 13 de junho e a JBS precisa manter a remuneração de todos os trabalhadores da unidade, sob pena de multa diária de R$ 25 mil.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
CIEL315.439434.86
VVAR36.4890715.59
GOLL45.2319319.51
SUZB34.10738.53
MRVE33.1804316.87

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
IRBR3-8.8772810.47
ELET3-3.6072128.86
BPAC11-3.4915160.81
ELET6-3.1180430.45
SULA11-2.971443.43

Já a CCR anunciou que o Conselho de Administração da empresa elegeu Marco Cauduro como novo presidente. O executivo, que já ocupou o cargo de diretor-presidente na Log-in, assume o cargo em 6 de julho.

(Com Agência Estado)

Um intensivo de 4 dias para aprender a extrair o primeiro lucro na Bolsa: conheça o Do Zero ao Gain, novo curso gratuito do analista André Moraes!