Temporada de balanços

Hapvida (HAPV3) reporta lucro ajustado de R$ 78,1 milhões no 1º trimestre, queda de 69,9% na base anual

O Ebitda da empresa também recuou no período, somando R$ 414 milhões

Por  Equipe InfoMoney -

A Hapvida (HAPV3) reportou lucro ajustado de R$ 78,1 milhões nos três primeiros do ano, o que representa uma queda de 69,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 414 milhões no 1T22, um recuo de 11,3% sobre a mesma etapa de 2021.

A empresa atribui a redução do Ebitda aos impactos da pandemia no negócio.

Já a margem Ebitda ajustada atingiu 8,6% nos três primeiros meses do ano, baixa de 11,5 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

A receita líquida totalizou R$ 4,841 bilhões entre janeiro e março deste ano, alta de 108,4% na comparação com igual etapa de 2021.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 171,5 milhões no primeiro trimestre de 2022, uma elevação de 475% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2021.

As despesas administrativas somaram R$ 470,3 milhões no 1T22, um crescimento de 101,8% em relação ao mesmo período de 2021.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 1,120 bilhão no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 39,9% na comparação com igual etapa de 2021. A margem bruta foi de 23,1% no 1T22, baixa de 11,3 p.p. frente a margem do 1T21.

O índice de sinistralidade caixa alcançou 72,9% nos três primeiros meses de 2022, avanço de 11,8 p.p. na comparação com mesmo período de 2021.

Leia mais:
• IRB (IRBR3) lucra R$ 80,5 milhões no 1º trimestre, alta de 58,4%
• Nubank (NUBR33) tem prejuízo de US$ 45,1 milhões no primeiro trimestre

O ticket médio consolidado do Hapvida em saúde apresentou queda de 4,2% na comparação com o 1T21, principalmente em função do reajuste negativo de 8,19% dos planos individuais divulgado pela ANS em 2021, vigente de maio de 2021 a abril de 2022.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 5,165 bilhões no final de março de 2022. Já o indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustada, ficou em 2,8 vezes em março/22, um aumento de 3,5 vezes em relação ao mesmo período de 2021.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe