Temporada de balanços

Grupo GPS (GGPS3) tem lucro líquido ajustado 10% superior no 4º trimestre de 2021, a R$ 119 milhões

A receita líquida do Grupo somou R$ 1,925 bilhão no 4T21, alta de 30% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Por  Equipe InfoMoney

O Grupo GPS (GGPS3) registrou lucro  líquido ajustado no quarto trimestre de 2021 de R$ 119 milhões, 10% superior ao lucro líquido ajustado do 4T20.

A margem líquida ajustada entre outubro e dezembro de 2021 foi de 6,2%, 1,1 p.p. inferior à margem do 4T20.

A receita líquida do Grupo somou R$ 1,925 bilhão no 4T21, alta de 30% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 6% na comparação com igual etapa de 2020, totalizando R$ 197 milhões.

Já a margem Ebitda alcançou 10,3% no 4º trimestre de 2021, baixa de 2,2 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020.

O Retorno sobre Capital Investido (ROIC), atingiu 20,2% em 2021, com redução de 0,3p.p. em relação ao ano de 2020.

Já o Retorno sobre Patrimônio (ROE) atingiu 28,4%, 5,0p.p. inferior ao resultado de 2020, reflexo do aumento do patrimônio líquido ponderado em função do efeito da integralização da oferta primária do IPO.

O índice de alavancagem do Grupo GPS encerrou o 4T21 em 0,9x Ebitda ajustado, apresentando redução de 51% frente ao índice apurado no 4T20, fruto da forte geração operacional de caixa no período e também da integralização da emissão primária no processo de IPO em R$ 536 milhões, líquida de dividendos e dos custos de transação.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe