Governo Lula não será intervencionista na Petrobras (PETR4), diz integrante da transição

O senador Jean Paul Prates disse que a política de pagamento de dividendos da Petrobras será discutida de forma gradual.

Reuters

(Shutterstock)

Publicidade

BRASÍLIA (Reuters) – O governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não será “intervencionista” na Petrobras (PETR3;PETR4), e mudanças na petrolífera serão feitas de forma gradual, disse o senador Jean Paul Prates (PT-RN), integrante da equipe de transição, nesta quinta-feira.

“Não haverá atitude despótica, essas coisas vão ocorrer conversando com os investidores”, disse ele, em entrevista na saída do CCBB, sede do governo de transição.

Veja mais:

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Política de preços não é da Petrobras, é do governo”, reitera senador do PT

Prates destacou que a equipe está tendo toda segurança do mundo para dizer que não haverá qualquer “medida interventiva” nem “pé na porta”.

O senador disse que a política de pagamento de dividendos da Petrobras será discutida de forma gradual.