Temporada de resultados

Gol (GOLL4) registra prejuízo de R$ 2,5 bilhões no terceiro trimestre de 2021, alta de 46,9%; aérea atualiza projeções

A receita operacional líquida, por sua vez, somou R$ 1,915 bilhão no 3T21, alta de 96,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Por  Equipe InfoMoney

A Gol (GOLL4) reportou prejuízo líquido de R$ 2,526 bilhões no terceiro trimestre de 2021 (3T21). O resultado representa um crescimento de 46,9% em relação ao mesmo período de 2020.

A receita operacional líquida, por sua vez, somou R$ 1,915 bilhão no 3T21, alta de 96,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Segundo a empresa, o desempenho positivo da receita foi em função do aumento significativo na quantidade de voos realizados e das receitas de transporte de cargas.

O lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recorrente e ajustado piorou 81,6% na comparação com igual etapa de 2020, ficando negativo em R$ 370,7 milhões.

Já a margem Ebitda (Ebitda/receita líquida) recorrente e ajustada alcançou -19,4% no 3º trimestre de 2021, melhora de 1,5 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020.

O resultado operacional (Ebit, na sigla em inglês) foi negativo em R$ 752,5 milhões no 3T21, contra R$ 760,4 milhões.

As despesas operacionais (CASK) ajustado foi de R$ 21,66, que comparado com o CASK ajustado do 3T20 apresentou um aumento de 6,3% em bases nominais.

O resultado financeiro líquido foi de R$ 1,967,2 bilhão, um aumento de R$ 1,040 bilhão na comparação com o 3T20, principalmente em decorrência de perdas com variações cambiais e monetárias em R$ 1,010 bilhão.

Endividamento

Em 30 de setembro de 2021, a liquidez total da Gol totalizou R$ 2,080,3 bilhões, R$265 milhões superior se comparado a 30 de junho de 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em relação à dívida líquida ajustada, a companhia informou que houve um aumento de 9,4%, a R$ 15,475 bilhões.

Dessa forma, o índice de alavancagem, medido pela relação entre dívida liquida ajustada e o Ebitda ajustado foi de 9,7 vezes, uma elevação de 5,4 vezes em relação ao 3T20.

Projeções

A Gol informou ainda que um ritmo crescente na retomada está esperada para o 4T21, apoiada pelo crescimento da taxa de vacinação no país, a entrada na alta temporada de verão, e o retorno dos voos internacionais.

Dessa forma, a operadora aérea atualizou suas projeções para 4º quarto trimestre de 2021. A capacidade planejada para o 4T21 da GOL terá aumento de 29% sobre 4T20.

Para adequar a operação aos patamares atuais de demanda, a GOL terá no final do período 102 aeronaves operando em sua malha, que representará 112% da frota média operada no 4T20 e 36% maior em relação ao 3T21.

A companhia espera receita do programa de fidelidade acima de R$ 600 milhões no 4T21 e que a receita consolidada da empresa no 4T21 aumente aproximadamente 40% comparada com o mesmo período do ano anterior.

A GOL espera encerrar o 4T21 com R$ 3,8 bilhões em liquidez e R$ 15,8 bilhões em dívida líquida ajustada.

Por fim, estima que o programa de fidelidade irá atingir um faturamento bruto superior a R$ 2,5 bilhões em 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aprenda a transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Compartilhe