GameStop enfrenta declínio “insustentável” nas vendas, corta empregos e ação desaba

As recentes medidas de redução de custos da GameStop também incluíram a retirada de suas operações na Irlanda, Suíça e Áustria

Equipe InfoMoney

Publicidade

A rede de lojas de videogames GameStop disse nesta terça-feira que cortou um número não especificado de empregos para reduzir custos e reportou receitas menores no quarto trimestre em meio à crescente concorrência de empresas de comércio eletrônico e aos gastos fracos dos consumidores. Com isso, no pré-market da Bolsa de Nova York, por volta das 7h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (27), as ações desabavam 18,45%, a US$ 12,64.

“Um mix crescente de downloads digitais está prejudicando o varejo físico, e simplesmente não há razão para ir à loja se um consumidor pode simplesmente encomendar um jogo e baixá-lo imediatamente”, disse Michael Pachter, analista da Wedbush Securities.

“É altamente improvável que as receitas se recuperem, a menos que a administração descubra uma maneira de direcionar o tráfego da loja”.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As recentes medidas de redução de custos da GameStop também incluíram a retirada de suas operações na Irlanda, Suíça e Áustria.

A receita da GameStop no quarto trimestre de US$ 1,79 bilhão foi inferior a receita de 2,23 bilhões do ano passado, já que a empresa também enfrentou forte concorrência da Amazon.com e eBay.

A companhia reportou lucro ajustado de US$ 0,22 por ação, contra US$ 0,16 um ano antes.

Continua depois da publicidade

(com Reuters)