Futuros de NY operam sem direção definida em início de semana intensa no mercado: veja destaques

No Brasil, o Copom divulgará o novo patamar da Selic na quarta-feira

Felipe Moreira

Publicidade

Os índices futuros dos EUA operam mistos nesta manhã de segunda-feira (29), enquanto Wall Street se prepara para receber resultados de empresas de mega capitalização e para a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed) durante a semana. Já os mercados asiáticos fecharam majoritariamente com alta, apesar do tribunal superior de Hong Kong ordenar a liquidação judicial da incorporadora chinesa Evergrande.

Por aqui, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central divulgará o novo patamar da Selic na quarta-feira e o consenso do mercado é que haverá um corte de 50 pontos-base da taxa, chegando a 11,25% ao ano. Além disso, o pontapé inicial da temporada de resultados do quarto trimestre virá com a divulgação do balanço do Santander (SANB11), na quarta-feira.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam mistos em início de semana de agenda cheia. O Fed os rumos dos juros na quarta-feira, o relatório mensal de empregos é divulgado na sexta-feira e a semana está repleta de resultados de empresas mega capitalização como a Alphabet, Microsoft, Apple, Amazon e Meta, que entre eles respondem por quase 25% do S&P 500.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

De acordo com o CME Group, os traders do mercado futuro atribuem uma probabilidade de quase 97% de que o Fed não reduzirá as taxas na próxima reunião.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

Ásia

Os mercados da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em alta, mas um pedido de liquidação da gigante do setor imobiliário chinês China Evergrande, pela Justiça de Hong Kong, ficou no radar dos investidores. Em Hong Kong, um alto tribunal ordenou que a Evergrande seja liquidada, após a problemática incorporadora chinesa não conseguir chegar a um acordo com seus credores. Negócios com as ações da Evergrande, que tombaram mais de 20% na sessão da manhã, foram interrompidos.

Continua depois da publicidade

Europa

Os mercados europeus operam mistos após encerrar a semana passada no nível mais alto desde janeiro de 2022, segundo dados do LSEG. Os ganhos ocorreram em meio a alguns resultados positivos das empresas no quarto trimestre e à medida que o mercado aumentava as apostas de que o Banco Central Europeu começará a cortar as taxas de juros em abril.

Commodities

Os preços do petróleo operam em baixa após abertura positiva, enquanto as tensões geopolíticas aumentam depois que mísseis lançados por militantes apoiados pelo Irã mataram tropas dos EUA na Jordânia no fim de semana.

As cotações do minério de ferro na China fecharam em alta, alcançando o maior nível em três semanas, em meio a expectativa de melhora da demanda em meio ao apoio político ao mercado imobiliário na China e à expectativa de mais estímulos. Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro mais ativo de março, SZZFH4, avançou 1,2%, para US$ 135,40 a tonelada.

Bitcoin

2. Agenda

A agenda da semana tem como destaque as decisões de política monetária tanto no Brasil quanto nos EUA, na quarta-feira. Nessa semana, também teremos divulgação de dados do mercado de trabalho tanto aqui quanto nos EUA. O foco da semana, na Europa, será a apresentação de PIB do quarto trimestre da Alemanha e da Zona do Euro, na terça-feira. No dia seguinte, a Alemanha apresenta seu índice de preços ao consumidor de janeiro, com previsão LSEG de avanço de 0,3% na comparação mensal.

Brasil

10h30: Resultado primário do Governo

16h: Haddad tem reunião com Carlos Roberto Lupi, Ministro de Estado da Previdência Social

EUA

12h: Índice de atividade industrial do Fed de Dallas

3. Noticiário econômico

Ministro diz que tem pressa para retomar reforma agrária

O Ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, disse no sábado (27) que tem pressa para retomar a reforma agrária. “O tempo político nosso é o tempo da pressa. A bandeira política nossa é a reforma agrária”, enfatizou ao discursar no encerramento do encontro da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

4. Noticiário político

Lira cancela reunião com líderes partidários

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, cancelou a reunião com as lideranças da Câmara que estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (29) e que debateria a MP da reoneração e o veto de Lula às emendas de comissão. A percepção de que haveria poucos políticos em Brasília motivou a decisão. O Congresso Nacional só retorna do recesso na próxima segunda-feira (5).

5. Radar Corporativo

Magazine Luiza (MGLU3)

O Magazine Luiza anunciou na noite deste domingo que fará um aumento de capital de até R$ 1,25 bilhão, numa operação que envolve a família Trajano, controladora da empresa, e o BTG Pactual, banco de André Esteves. De acordo com comunicado ao mercado, a família entrará com R$ 1 bilhão e o BTG se comprometeu o restante, ou seja, até R$ 250 milhões.

Suzano (SUZB3)

O conselho de administração da Suzano (SUZB3) aprovou nesta sexta-feira novo programa de recompra de até 40 milhões de ações, que representam cerca de 6% do total de ações em circulação, conforme a ata da reunião divulgada pela companhia. O programa tem prazo de 18 meses.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)