Gigante de tecnologia chinesa

EUA retiram Xiaomi de lista que impedia investimentos e ação da empresa salta em Hong Kong

Advogados de ambos os lados avaliaram que a remoção da Xiaomi da lista negra é apropriada, após a vitória judicial da empresa, em março

Por  Estadão Conteúdo -

O Departamento de Defesa dos EUA decidiu retirar a Xiaomi de uma lista negra que impedia investimentos do país na gigante de tecnologia chinesa, após uma corte federal conceder meses atrás liminar que suspendeu a proibição temporariamente, em resposta a um processo judicial iniciado pela empresa.

Advogados de ambos os lados avaliaram que a remoção da Xiaomi da lista negra é apropriada, após a vitória judicial da empresa, em março.

A Xiaomi entrou com ação judicial em janeiro, negando o argumento dos EUA de que a empresa teria laços com militares na China.

Na Bolsa de Hong Kong, a ação da Xiaomi fechou em alta de 6,1% nesta quarta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Série gratuita ensina na prática como identificar ativos com excelente potencial de valorização. Clique aqui para se inscrever.

Compartilhe