Após Resultados

Entenda como o Facebook ganhou US$ 22 bilhões em valor em apenas um dia

Rede social de Mark Zuckerberg disparou 14% após registrar lucro de meio bilhão no quarto trimestre; resultado puxou ações do Twitter, que avançaram 7%

SÃO PAULO – Após reportar um resultado do quarto trimestre de 2013 bastante acima do esperado, as ações do Facebook dispararam na bolsa norte-americana. Com ganhos em torno de 15%, os papéis da companhia atingiram, durante o dia, sua máxima história de US$ 62,50. Com esse avanço, a companhia ganhou quase US$ 22 bilhões em valor de mercado apenas neste pregão. Com isso, a rede social passa a ter um valor de mercado de US$ 153 bilhões. Como base de comparação, o Google é precificado hoje em torno US$ 380 bilhões, enquanto a Apple tem US$ 450 bilhões em valor de mercado. Já o Twitter tem um valor de US$ 38 bilhões.

Na noite de quarta-feira, o Facebook informou que teve um lucro líquido de US$ 523 milhões no quarto trimestre de 2013, o que representa US$ 0,20 por ação. Segundo a empresa, excluindo alguns itens não recorrentes, o lucro foi de US$ 0,31 por ação. Um ano antes, a companhia havia registrado ganhos de US$ 64 milhões, ou US$ 0,03 por ação (US$ 0,17 excluindo os itens não recorrentes). Já a receita operacional alcançou US$ 2,585 bilhões entre outubro e dezembro do último ano, ante um resultado de US$ 1,585 bilhão no mesmo período de 2012.

O resultado foi bastante acima do esperado pelos analistas. Segundo especialistas ouvidos pela Reuters, a expectativa era que o Facebook tivesse uma receita de US$ 2,33 bilhões e um lucro líquido de US$ 0,27 por ação.

Segundo analistas ouvidos pelo MarketWatch, o principal destaque no resultado da rede social ficou com a forte alta na receita vinda das propagandas nos aparelhos móveis, como celulares e tablets. 53% do total da receita do Facebook no quarto trimestre se refere a este setor, enquanto na época do IPO da empresa, em maio de 2012, a receita de propaganda via aparelhos móveis era nula.

Laura Martin, analista da Needham & Co., explica que a cada US$ 5 destinados para propagandas em celulares e tablets, US$ 1 vai para o Facebook. “O mais impressionante é que este é o sexto trimestre seguido que a companhia tem alta em suas receitas de propagandas, claramente uma demonstração do cenário positivo neste negócio”, acrescenta John Blackledge, da Cowen and Co..

Twitter aproveita o embalo e sobe 7%
A disparada das ações do Facebook também puxou outras empresas do setor tecnológico, com destaque para o Twitter, que vê suas ações subindo 7%, atingindo US$ 63,80. Com isso, neste pregão, a companhia vê seu capital aumentar em US$ 2,4 bilhões. Segundo especialistas, o resultado acima do esperado da rede social de Mark Zuckerberg anima os investidores em relação ao resultado do microblog, previsto para sair na próxima quarta-feira (5).

Este será o primeiro resultado a ser reportado pelo Twitter desde que abriu seu capital e a expectativa é que o avanço das receitas vindas de propagandas em aparelhos móveis também favoreça a empresa. De acordo com analistas, os bons números do Facebook tiram as dúvidas que eles tinham em relação ao balanço do Twitter.

“As receitas de propagandas em aparelhos móveis foram bastante sólidas para o Facebook, e isso deve se repetir para outras empresas do setor, assim como para o Twitter”, afirmou o analista Shyam Patil, da Wedbush.