Empresas de tecnologia norte-americanas operam com fortes baixas no pre-market

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O indicador de pre-market do índice Nasdaq 100 apresentava forte baixa de 123,3 pontos às 8h49 de Nova York, representando queda de 4,74%. O futuro do S&P 500 estava sendo negociado em baixa de 1,64%. O desempenho do indicador, que é calculado pela Nasdaq utilizando-se das cotações no pre-market das 100 ações componentes do índice, e o desempenho do futuro do S&P 500, indicam a tendência de queda na abertura do pregão.

Os constantes anúncios de revisão para baixo nas projeções de receitas e lucros de diversas empresas derrubam o setor de tecnologia, que inicialmente era visto como o setor de crescimento ilimitado. Além disso, a eleição presidencial dos EUA ainda não se definiu, influenciando negativamente o volume de negócios mundial em bolsas.

A maioria das grandes empresas de tecnologia apresenta forte queda no pre-market, com destaque para o fabricante de semicondutores Altera (-26,27%) e a produtora de microcomputadores Gateway (-27,1% no after market de ontem). A Altera anunciou que prevê um futuro nebuloso para seus negócios, causado sobretudo pelos altos estoques de seus produtos, tanto em revendedores quanto nas empresas que são seus consumidores finais. Por conta disso, as projeções de receitas e lucro para o próximo semestre foram revistas para baixo e derrubam a cotação de suas ações no pre-market. A Gateway, por sua vez, anunciou que deve cortar as projeções de receita e lucro do quarto trimestre, em função do desaquecimento de suas vendas.

Dentre as ações mais negociadas no pre-market, destaques de queda para os fabricantes de semicondutores, de microcomputadores e de software, como Intel (-8,33%), Apple (-8,19%), Dell (-6,59%), Broadcom (-6,32%), Oracle (-6,01%), Microsoft (-3,94%) e Cisco (-3,14%). As altas são isoladas e referentes às empresas com baixa capitalização de mercado e baixo volume de negócios.

O Pre-Market funciona entre 8h00 e 9h30 de Nova York, e junto com o After Hours (que funciona entre 16h00 e 18h30) são os primeiros mercados a capturar a reação dos investidores a anúncios feitos pelas empresas após o fechamento regular da Nasdaq.

Compartilhe